Medicação alternativa para vaginose bacteriana

Escrito por genevieve van wyden | Traduzido por vivian rocha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Medicação alternativa para vaginose bacteriana
Aproveite esses medicamentos naturais (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Infecções vaginais bacterianas são desconfortáveis. Por vários motivos, você pode não querer tomar um antibiótico para curar essa infecção, se sentindo mais à vontade ​​ao utilizar uma forma alternativa de tratamento. Vários remédios que vêm da própria generosidade da natureza estão disponíveis. Entre eles estão a equinácea, lactobacilos acidófilos, óleo de melaleuca e vitamina E. Seu médico pode ajudá-la a encontrar a melhor preparação para curar sua infecção.

Outras pessoas estão lendo

Supositórios de Lactobacilos Acidófilos

Use um supositório de lactobacilos acidófilos diariamente durante até duas semanas para curar uma vaginose. Se você sofre com essa infecção repetidas vezes, insira um supositório uma vez por semana para evitar o retorno dos sintomas. Enquanto você estiver usando esses supositórios, faça ajustes no seu dia-a-dia, tal como não utilizar itens de higiene pessoal que têm perfumes, reduzir sua exposição a espermicidas e outras substâncias químicas e tentar minimizar o atrito na área. Visite o seu médico para saber se sua vaginose pode ter sido causada por uma condição médica tratável. Os pesquisadores estão realizando um estudo e observando os efeitos de dois lactobacilos (L. crispatus e L. jensenii), que são comumente encontrados na vagina saudável. Esses pesquisadores, de acordo com a autora do artigo Caroline Rea, podem descobrir que estes lactobacilos são eficazes no combate à vaginose bacteriana.

Equinácea

Extrato de equinácea ajuda a melhorar a função imunológica. Adicionar equinácea a uma bebida de uma a três vezes por dia pode ajudar a reduzir a incidência de vaginose. A dose habitual é de uma colher de chá ou 5 ml três ou mais vezes por dia, quando você está sofrendo de qualquer tipo de infecção. Essa planta também pode ser utilizada para fazer chá, junto com bérberis e hidraste. Foi descoberto em laboratório que estas três ervas contém propriedades antibacterianas, mas a sua eficácia na cura da infecção vaginal em humanos não foi testada. Você pode enxaguar a área com uma dessas receitas duas vezes por dia. Basta usar uma ou duas colheres de sopa (15 a 30 ml) de uma das ervas para cada 500 ml de água. Cerca de 500 a 1000 ml é o suficiente para cada sessão.

Óleo de melaleuca e supositórios de vitamina E

Você pode usar uma aplicação tópica de óleo de melaleuca (que deve ser diluído) para curar sua vaginose bacteriana. Foi descoberto que esse óleo é eficaz na cura da candidíase (infecção por fungos), tricomoníase e outras infecções fúngicas. (Se optar pelo óleo de melaleuca como uma aplicação tópica, deve fazê-lo apenas sob supervisão médica). Alguns médicos misturam esse óleo com vitamina E e o utilizam em forma de supositório para tratar infecções vaginais nos pacientes. Eles também podem ser utilizados para molhar um absorvente interno, que você então insere em sua vagina para tratar a infecção.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível