Mais
×

Medicação para espasmos de bexiga por uso do cateter

Atualizado em 19 julho, 2017

O espasmo de bexiga ocorre quando ela não é capaz de permanecer relaxada. A bexiga em seu estado relaxado é capaz de armazenar a urina, mas quando ela se contrai ou ocorrem espasmos, a urina é expelida. O normal seria a bexiga liberar urina quando os músculos forem contraídos propositadamente. Os espasmos podem surgir devido ao uso frequente de cateteres. O uso de medicamentos pode ser a resposta para este problema.

Os espasmos podem surgir devido ao uso frequente de cateteres (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Espasmos causados por um cateter

Os espasmos causados pelo uso do cateter não podem ser controlados, resultando em perda involuntária de urina. Este sintoma desconfortável e por vezes doloroso surge muitas vezes em pessoas que utilizam cateteres permanentes. Às vezes, um cateter pode ficar bloqueado, ocasionando os espasmos. Após remover o bloqueio, os espasmos cederão. Se um bloqueio não for a causa dos espasmos, será necessária a remoção do cateter para acabar com os espasmos indesejados.

Drogas antimuscarínicas

Se a remoção do cateter não for uma opção, as drogas antimuscarínicas podem ajudar a tratar os espasmos, diminuindo a secreção e o muco que irritam a bexiga. Os analgésicos ajudam com a dor associada aos espasmos. Analgésicos como o beladona e supositórios de ópio podem ajudar a controlar a dor e os espasmos.

Medicação para a dor

Um medicamento que se destina especificamente a dor, a urgência, e a irritação causada pelo cateter e os espasmos, é o cloridrato de fenazopiridina. Este medicamento é recomendado apenas para uso a curto prazo, pois ele trata os sintomas, mas não o problema. Essa droga é especificamente conhecida por deixar a urina dos usuários laranja brilhante.

Uso de antidepressivos

Outra droga que pode ajudar a aliviar os espasmos é o cloridrato de imipramina (Tofranil). Normalmente utilizado para tratar depressão, o cloridrato de imipramina é comprovadamente um tratamento viável para espasmos de bexiga. As queixas mais comuns do seu uso incluem boca seca e fadiga.

Anticolinérgicos

Os medicamentos como Ditropan, Detrol e Levsin são anticolinérgicos e são utilizados no relaxamento da bexiga. Eles podem interromper a frequência e a urgência das contrações musculares e parar os espasmos indesejados. Os efeitos colaterais relatados pelo uso destas drogas incluem tonturas, sonolência, boca seca, fadiga e dor abdominal.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article