Como um médico de plantão passa seu dia de trabalho?

Escrito por shiromi nassreen | Traduzido por karla marques vollkopf
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Muitos médicos de plantão dizem que em salas de emergência nenhum dia é um dia comum. Os dias de trabalho dependem da especialidade do médico de plantão, o quão atarefada a sala está, e de cada horário do dia. Como a maioria dessas salas funcionam 24 horas por dia, todos os dias, os médicos devem trabalhar turnos de dia e noite. O turno de um médico normalmente dura de 10-12 horas, mas alguns podem acabar trabalhando 24 horas seguidas. Esses turnos de 24 horas incluem os mesmos tratamentos tanto de dia quanto de noite, mas serão administrados pelo mesmo profissional. Antigamente, um médico de plantão trabalharia 24 horas e então tiraria sua folga normal de 12 horas, mas após a regulação de 2003, médicos não podem passar do limite de 30 horas por turno. As recomendações mais recentes do Instituto de Medicina sugerem limitar turnos a não mais que 16 horas cada.

Outras pessoas estão lendo

Turno matutino

O médico chega pela manhã para liberar os profissionais que trabalharam no turno noturno. Durante a troca, o médico ficará bem ocupado, procurando saber se houve mudanças no status dos pacientes e se há algum caso sério que precise de atenção. Ele então terá que se preparar para as rondas e, depois disso, passará o resto da manhã na enfermaria e cuidando de pacientes. Após o almoço, o médico pode passar a tarde toda cuidando de pacientes, pegando resultados do laboratório, dando alta, pedindo históricos médicos, examinando exames de raio-X e quaisquer outras tarefas que surjam no seu turno.

Turno noturno

Um médico pode ser designado ao turno noturno ou pode trabalhar exclusivamente nesse horário do dia. O médico da noite chega por volta das 22:00 e não vai embora antes das 8:00 da manhã seguinte. Assim como no turno da manhã, há uma troca de ronda, que envolve uma visita do médico a todos os pacientes da sala de emergência perguntando sobre suas situações, para que possa continuar com seus tratamentos. A maioria dos médicos do turno noturno são bastante ocupados, e dificilmente têm tempo de se alimentar durante a noite, passando por pacientes intoxicados, com traumas na cabeça, com febres ou erupções.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível