Meios de comunicação utilizados por deficientes

Escrito por daniel francis | Traduzido por ilve maria
Meios de comunicação utilizados por deficientes

Braille é um dos muitos meios de comunicação para pessoas com deficiência.

Digital Vision./Digital Vision/Getty Images

A comunidade de pessoas deficientes é tão diversificada quanto as demais. Por isso, existem diversos tipos de mídias que são adaptadas para pessoas com deficiência usarem para se comunicar com outras pessoas. O avanço da tecnologia resultou no surgimento de novos meios de comunicação para a vida das pessoas com deficiência.

Outras pessoas estão lendo

Deficiência visual

O braille foi criado na França, em 1825, por um homem cego chamado Louis Braille. O método de leitura é constituído de pontos salientes dispostos em posições retangulares. O braille é a principal forma de comunicação para cegos, e muitos edifícios possuem exibições com sinais em braille. Cegos e pessoas com algum tipo de deficiência visual também podem usar o software de ativação por voz. Este software converte a voz de um alto-falante em palavras, utilizando um formato de processamento de texto. As pessoas cegas também escutam fitas com gravações de livros ou gravações de áudio. Essas gravações permitem que as pessoas cegas ouçam livros em vez de lê-los.

Deficiência auditiva

A língua de sinais é a principal forma de comunicação para a comunidade de pessoas surdas. Mesmo que muitos não surdos não conheçam a linguagem, pessoas surdas ou com deficiência auditiva podem se comunicar através desta linguagem, falando ou escrevendo. Muitos surdos leem lábios para que possam entender o que as pessoa estão dizendo. Dispositivos de telecomunicação para surdos, TDDs (sigla em inglês), são itens eletrônicos que permitem aos indivíduos com deficiência auditiva terem conversas semelhantes com conversas ao telefone. Uma máquina de TDD possui um teclado QWERTY e uma tela pequena. As máquinas TDD utilizam um modem e uma linha telefônica e são conectadas umas às outras, assim como os computadores são interligados pela internet. Quando uma pessoa que possui o dispositivo TDD digita alguma coisa, as palavras aparecem na tela do outro usuário.

Transtornos na fala

Algumas doenças ou deficiências dificultam ou impossibilitam a fala. A síntese de fala é uma tecnologia de comunicação informatizada. Um usuário digita palavras, e o dispositivo converte o texto em fala. O sintetizador de voz pode ser conectado a uma linha telefônica, ou um cadeirante pode anexar a máquina à cadeira a fim de se comunicar em casa, no trabalho ou na escola.

Deficiências de mobilidade

Muitas pessoas com deficiência têm problemas de locomoção e, por conta disto, não saem de casa. A internet se tornou uma forma primária de comunicação para essa população. E-mail, salas de chat e mensagens instantâneas dão a muitas pessoas com deficiência a possibilidade de alcançar o mundo exterior. A internet também tornou possível para muitas pessoas com deficiência ter empregos que não teriam de outra forma. São trabalhos como o serviço de atendimento ao cliente on-line ou processamento de dados.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media