Meios de cultivo da orquídea Tolumnia

Escrito por emily pate | Traduzido por samantha g. silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Meios de cultivo da orquídea Tolumnia
A perlite pode ser encontrada granulada ou em pó (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

As orquídeas do gênero Tolumnia eram parte, originalmente, do grupo das Oncidium, mas pelo do tamanho diferenciado das flores e outros fatores fizeram com fossem designadas em uma espécie própria. Elas são nativas do Caribe e prosperam em áreas úmidas. Se for tratada adequadamente, a Tolumnia terá flores pequenas e brilhantes. Há muitos meios de cultivo apropriados para essa espécie, que possui raízes finas e frágeis.

Outras pessoas estão lendo

Casca de árvore

A orquídea Tolumnia se desenvolve bem em cascas de árvore. A casca de pinheiro talvez seja a mais comumente utilizada, pois não comprime quando molhada. Ela fornece a quantidade adequada de água e circulação de ar para a planta. A casca de pinheiro é geralmente utilizada para hospedar mudas e plantas em miniatura, como a Tolumnia. No entanto, ela absorve nitrogênio da orquídea, tornando necessária a utilização de um fertilizante rico em nitrogênio. Ela também tende a diminuir com o tempo, logo será preciso replantá-la frequentemente.

Pedras

As pedras são utilizadas para uma variedade de orquídeas porque não apodrecem. A pedra de lava, particularmente, retém a água sem inundar a plantar e permite a circulação do ar. Ela pode ser misturada à cascas ou outro meio de cultivo para adicionar minerais e alterar a textura. Não funciona bem com água rica em minerais, pois pode alimentar a Tolumnia em excesso.

Outros meios

Outros meios podem ser utilizados para o cultivo da Tolumnia. O perlite é um material vulcânico moído em pequenos grãos ou em pó que combina bem com cascas finas ou médias e não danificam as raízes frágeis da orquídea. O musgo esfagno é também muito utilizado sozinho ou como aditivo. Ele retém bem a água, pode ser utilizado fresco ou seco e inibe o desenvolvimento de fungos.

Considerações adicionais

A orquídea precisa ser replantada assim que as novas mudas atingirem de 5 a 8 cm de altura. Ao replantar, sempre remova o antigo meio de cultivo e corte as raízes, folhas ou flores mortas ou danificadas. Plante a orquídea cerca de 1,5 cm sob o meio, que deve ser mantido úmido até que novas raízes estejam visíveis.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível