Melanoníquia na unha

Escrito por contributing writer | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Melanoníquia na unha
Melanoníquia é uma condição caracterizada por descoloração da unha (Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images)

Melanoníquia refere-se a uma condição caracterizada por descoloração da unha. Tipicamente aparece como uma descoloração preto-amarronzada do leito ungueal e pode ser causada por algo tão inofensivo como um trauma na unha, que causa hemorragia. Essa descoloração dura até a unha crescer, portanto, pode ser bastante persistente. Mas pode também ser um sinal de câncer, assim, é essencial estar atento aos sintomas e riscos e, se necessário, consultar um médico.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Geralmente a melanoníquia é um problema estético inofensivo, causado por trauma aos tecidos ou à pele embaixo do leito ungueal. Embora seja preocupante para alguns, pela descoloração persistente por um longo tempo, a razão para isso é simplesmente que a melanoníquia só desaparece com o crescimento da unha. No entanto, pode ser um sintoma de melanoma, e nesse caso a doença aparece tipicamente em múltiplos dedos/leitos ungueais e/ou é mais persistente que a benigna.

Função

Quando a maior parte de seu corpo sofre um impacto, as enzimas metabólicas criam um hematoma amarelo-esverdeado. Porém, os leitos ungueais não possuem essas enzimas. Quando ocorre sangramento ou hematoma, sua aparência é preto-amarronzada, pois o sangue permanece sob o leito ungueal. Tipicamente, ele cresce com a unha. No entanto, se sua causa for um melanoma, que é uma forma de câncer, em geral a doença é persistente e não é causada por hematoma ou trauma, mas pelo próprio melanoma.

Melanoníquia longitudinal

A melanoníquia longitudinal é um tipo específico da doença que se estende desde a cutícula (ou até mesmo da lúnula distal) até o leito ungueal nas pontas de seus dedos. Aparece tipicamente sem trauma ao dedo, mas como sintoma de melanoma. Se esta melanoníquia aparecer, você deve consultar o seu médico para obter um diagnóstico a fim de descartar uma condição cancerosa.

Sintomas de melanoma

Existem certos padrões-chave determinando o melanoma como diagnóstico mais provável e agente etiológico da melanoníquia. Os médicos consideram o número de dedos afetados, uma vez que a doença em múltiplos dedos sugere o melanoma como causa. A largura da descoloração também é importante. Se for maior no início da placa ungueal, perto da cutícula, e depois na extremidade próxima às pontas dos dedos, isto sugere uma lesão em evolução, podendo ser um indicativo de melanoma. A cor específica é importante, pois os melanomas têm tipicamente muitos padrões diferentes de cores, incluindo estrias irregulares no pigmento, enquanto a cor da melanoníquia benigna é preta ou marrom mais sólida. Além disso, uma banda de descoloração muito escura e larga pode sugerir a presença de melanoma. Descoloração na cutícula e dobras na unha também podem ser sintomas desse tipo de câncer.

Diagnóstico

Novos conhecimentos e algoritmos médicos têm ajudado a guiar os médicos na determinação de fazer ou não uma biópsia da melanoníquia para verificar e detectar melanomas. Tipicamente, os médicos começam com o histórico clínico e exame físico. Eles examinarão a descoloração para identificar a lesão a fim de fazer a biópsia. Se ela estiver em crescimento ou um diagnóstico claro não for possível, será necessária a biópsia. Esta verificará a presença ou não de células cancerosas para descartar o melanoma.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível