O melhor fertilizante para cultivo de abóboras gigantes

Escrito por charlotte mission | Traduzido por ricardo castiglioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
 O melhor fertilizante para cultivo de abóboras gigantes
Abóboras gigantes precisam de boas sementes, solo bom, atenção e fertilizante (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Abóboras gigantes precisam de boas sementes, bom solo, atenção e fertilizante. Um fertilizante é benéfico, mas um solo bom, saudável e um posicionamento correto inicial para luz solar adequada também podem fazer a diferença. A escolha de um local principalmente seco, bem ensolarado para o canteiro de abóboras, o cuidado da videira e o uso de fertilizante adequado garantirão o crescimento da abóbora gigante. Qual fertilizante será melhor dependerá do estágio de crescimento da abóbora, e a quantidade a ser aplicada depende do tipo de adubo e tamanho do campo de abóboras.

Outras pessoas estão lendo

Noções básicas de fertilizante

O fertilizante é categorizado por sua mistura de nitrogênio, fósforo e potássio. Ele geralmente tem uma relação, tal como 5-15-5, que significa que consiste de 5% de nitrogênio, 15% de fósforo e 5% de potássio, nessa ordem. Fertilizantes também possuem outros micronutrientes, como ferro. Eles vêm em forma líquida ou pelotas. A forma líquida libera-se rapidamente no solo e folhas, considerando que a pelota ou forma seca pode levar mais tempo para se dissolver e libertar. Alguns cultivadores preferem usar fertilizantes naturais, como estrume, apesar dos fertilizantes naturais não virem com uma etiqueta que informa o cultivador do equilíbrio químico. Determinar qual adubo natural funciona melhor poderia levar tempo e muitas colheitas de abóbora (embora o mesmo possa ser dito para qualquer tipo de fertilizante).

Aplicação

Mesmo para abóboras gigantes, o fertilizante deve ser aplicado nas plantas saudáveis em solo igualmente saudável apenas uma vez a cada duas semanas. O melhor fertilizante depende do estágio de crescimento da abóbora. Algumas fontes sugerem usar mais fósforo, o segundo número na categorização de fertilizantes, em mudas e em seguida, usar uma fórmula equilibrada, uma vez que a abóbora deu frutos. Mais tarde na temporada de crescimento, recomenda-se um fertilizante com mais potássio. Por exemplo, você pode aplicar um fertilizante 05-10-10 para o solo cerca de 15 cm a 20 cm em torno das mudas de abóbora. Conforme a abóbora cresce, alterne para um 20-20-20, ou use estrume. Enquanto as plantas estiverem maduras e em expansão, use um fertilizante com mais potássio como um 10-10-20. Um super fertilizante de potássio, um 0-0-60, está disponível para os produtores de abóbora gigante. A quantidade de fertilizante vai depender do tamanho do jardim, não do tamanho da abóbora. O montante também irá variar com base no tipo de fertilizante usado, com mais para fosfatos mas menos para o fertilizante de nitrogênio intensivo. Os pacotes de fertilizante geralmente têm recomendações de acordo com o tamanho em metros quadrados do jardim, ou nesse caso, as abóboras.

Outras considerações

A maioria dos especialistas concorda que embora o fertilizante também seja bom, o seu uso em excesso pode ser ruim para a abóbora. Uma abóbora que cresce muito rapidamente irá se desconectar da videira, e muito fertilizante aplicado às folhas poderá queimá-las. A escolha de um local bem ensolarado, principalmente seco para as abóboras e o cuidado da videira são passos mais importantes do que o uso de um fertilizante agressivo. Abóboras gigantes precisam de sementes apropriadas, uma estação de crescimento de até 130 dias e muita luz do sol, com uma pitada de fertilizante para ajudar o bom solo que já existe no cultivo de abóboras. Clubes locais de cultivo de abóboras, especialmente aqueles para o cultivador de abóboras gigantes, também podem fornecer informações sobre fertilizantes adequados para solos locais e condições de crescimento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível