A melhor maneira de alimentar um cão morrendo de câncer

Escrito por sandra parker | Traduzido por ricardo castiglioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
 A melhor maneira de alimentar um cão morrendo de câncer
Cão com câncer (dog image by Trav from Fotolia.com)

Alimentar cães que têm câncer pode ser difícil. Em muitos casos, a doença e/ou o tratamento deixam o cão muito fraco ou enjoado para comer. A dor também pode influenciar os hábitos alimentares do cachorro. Cães com câncer nunca devem ser forçados a comer. No entanto, proporcionar uma escolha de refeição saudável e tentadora deve ser primordial.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Comida enlatada
  • Frango e arroz
  • Medicação anti-emética
  • Microondas

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Determine o nível de interesse do cão em comida. Forneça uma refeição saborosa, enlatados, alimentos ou comida caseira como frango e arroz ligeiramente quentes e avalie a reação ao alimento. Se ele mexe a cabeça, engole, começa a babar, ou esconde a cabeça, não está interessado em comer e a refeição deve ser removida imediatamente. Não lhe incomode ou insista para que coma, pois isso pode ser improdutivo. Se o cão mostrar algum interesse, sente-se calmamente com ele e acaricie-o suavemente. Eles tendem a preferir comer com os companheiros de grupo e sua presença pode encorajá-lo a comer.

  2. 2

    Aqueça a comida no microondas. Não importa com o que esteja alimentando o cão, o aquecimento tornará a comida mais aromática, que por sua vez, estimulará o apetite do cão. Claro, isso funciona melhor com comida enlatada. Certifique-se de que a comida seja bem misturada após o aquecimento para evitar pontos quentes que possam queimar a boca do cão. Essa técnica pode não funcionar com animais que têm começado a associar comida com um sentimento de indisposição. Nesses casos, a refrigeração de alimentos para reduzir o aroma da refeição pode ajudar. Mais uma vez, misture os alimentos cuidadosamente para certificar-se de que não existam partes que estejam congeladas.

  3. 3

    Divida as refeições em porções menores, mais frequentes. Essa tática aumenta as chances de que o cão seja mais receptivo toda vez que a comida for oferecida. Além disso, refeições menores não sobrecarregam o cão. Contente-se com pequenas porções ao invés de uma grande refeição por dia. Evite alimentar o cão depois de dar tratamentos, especialmente os mais desconfortáveis. Isso fará com que ele associe a comida a sentimentos negativos.

  4. 4

    Converse com um veterinário sobre medicamentos que possam ajudar. Há diversos medicamentos no mercado que podem estimular o apetite do cão, bem como reduzir náusea e dor. Esses medicamentos podem fazer com que o cão volte a se alimentar. Converse com um veterinário sobre o uso de um tubo de alimentação, que é usado para cães incapazes de superar inibições alimentares.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível