A melhor maneira de testar a força de uma linha de pesca

Escrito por john lindell | Traduzido por julia palma ramôa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A melhor maneira de testar a força de uma linha de pesca
Teste sua linha com frequência para evitar quebras (Comstock Images/Stockbyte/Getty Images)

A sensação de perder um peixe grande o suficiente para ganhar um troféu porque sua linha quebrou, pode ser de cortar o coração. O constante esfregar da linha em pedras, blocos, troncos e outras estruturas em baixo d'água pode causar cortes nela. Essas abrasões podem fazer com que a linha quebre no momento decisivo. Por isso é essencial que você teste sua linha regularmente.

Outras pessoas estão lendo

Inspeção manual

Checar manualmente a força de sua linha de pesca não é uma tarefa difícil. Leve sua vara e molinete para uma área aberta e amarre o fim da linha a um galho de árvore ou a uma cerca. Se afaste com a vara e deixe a linha soltando do molinete até o fim. Deite a vara no chão e volte para onde amarrou a linha. Mova seus dedos pela linha enquanto a inspeciona visualmente por qualquer pequeno corte ou entalho. Quando achar um, calce um par de luvas e puxe dos dois lados para ver se a linha quebra. Inspecione os primeiros 15 metros dessa maneira. É nesse espaço que a maior parte das quebras ocorrem.

Peso de 2 quilos

Para checar a integridade de sua linha de pesca, teste sob circunstâncias similares às que ocorreriam em uma pescaria. Em uma área aberta, amarre o fim da linha em um peso de 2 kg. Caminhe com sua vara para um ponto distante (aproximadamente 15 metros) e tente rebobinar o peso em sua direção. Rebobine em um movimento compassado e não puxe o peso. Se você tiver uma linha enfraquecida ou comprometida ela quebrará sob essa pressão e deverá ser substituída. Se você conseguir trazer o peso mesmo que por alguns metros pelo chão em sua direção, sua linha deve aguentar a pressão que qualquer peixe aplique sobre ela.

Testes de pressão

O fim de sua linha pode sofrer bastante no decorrer de um ano. Cheque essa área com mais frequência. Amarre sua linha naquele mesmo galho de árvore ou cerca e se afaste entre 12 e 15 metros. Pare e faça os mesmos movimentos usados para pegar um peixe fisgado. Puxe rapidamente com a ponta da vara cinco ou seis vezes para testar a linha. Se ela aguentar, pode confiar nela. Outro bom teste é amarrar uma de suas iscas na linha e jogá-la no chão. Dê um puxão com a vara logo antes da isca atingir o chão. Isso vai exercer pressão na linha e revelará qualquer problema. É uma boa ideia cortar os últimos centímetros de sua linha e recolocar os anzóis e iscas regularmente por precaução.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível