×
Loading ...

Como melhorar a esterilidade de uma capela de fluxo laminar

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Capelas de fluxo laminar são áreas fechadas e estéreis utilizadas para cultura de células, experimentação com animais, ou simplesmente para proporcionar um espaço limpo e limitado para lidar com organismos vivos. Um fluxo de ar forte e filtros HEPA ajudam a manter o nível de esterilidade, porém uma boa técnica e procedimentos experimentais também são essenciais para evitar que contaminantes e microrganismos indesejáveis ​​consigam se infiltrar.

Instruções

Capelas são utilizadas em laboratórios de vários tipos (Comstock/Comstock/Getty Images)
  1. Cheque a capela antes de ligá-la. Certifique-se de que todas as áreas onde o fluxo de ar entra livremente na capela estejam fechadas, como a tampa, os filtros de ventilação de ar, tampas do ventilador e assim por diante. Se eles vieram soltos ou estão ausentes, repare ou substitua-os imediatamente e não use a capela até a descontaminação ser realizada.

    Loading...
  2. Limpe a capela antes do uso. Ligue o ventilador, a energia e a iluminação. Não retire a tampa frontal ainda. Permita que o ar circule do lado de dentro por no mínimo cinco minutos para liberar o ar estagnado dos filtros e aberturas HEPA. Retire a tampa e passe desinfetante em spray sobre as superfícies internas, incluindo as superfícies de trabalho, paredes e quaisquer objetos que estejam do lado de dentro. Para limpeza de rotina, use álcool 70. Para melhorar a esterilidade, use MB10 ou Spor Klenz, e só limpe com lenços autoclavados ou esterilizados. Também limpe todas as superfícies externas que possam estar em contato com as mãos, jalecos, tubos de drenagem, ou quaisquer outros objetos móveis.

  3. Limpe a capela após o uso. Evite deixar itens do lado de dentro, quando possível. Elimine todo o material vivo, como tubos de células ou recipientes de tecido. Descarte resíduos biológicos em unidades de segurança de contenção de risco biológico e sele-os para evitar que aerossóis entrem de novo na capela e estabeleçam novos pontos de contaminação. Se a remoção de itens é impossível, pulverize tudo dentro da capela com o álcool 70 ou outro desinfetante. Repita quantas vezes for necessário.

  4. Limpe sob prateleiras internas e superfícies de trabalho. A capela foi feita para puxar o ar para baixo na prateleira inferior da superfície de trabalho. Solte os cantos da superfície de trabalho ou das aberturas de ventilação. Puxe a superfície de trabalho para verificar se há vazamentos, poeira e detritos por baixo. Remova tudo isso cuidadosamente em sacos de lixo para contenção de risco biológico e, em seguida, limpe com desinfetante. Substitua as superfícies e / ou saídas de ar e prenda-as de forma segura com parafusos.

  5. Ligue o sistema de luz UV. Elas matam qualquer célula que tenha sobrado, como as que possam não ter morrido durante a desinfecção. Dependendo do modelo da capela, a luz UV pode ser deixada ligado durante a noite até o próximo uso, ou deve ser desligada após um tempo definido (mínimo de 15 minutos). Verifique se a tampa frontal e os painéis de vidro não vazam UV, caso contrário, a área em volta deve ser evacuada antes do UV ser ativado.

  6. Contrate serviços técnicos para realizar a descontaminação adicional. Isso irá exigir que a capela não seja usada por pelo menos um dia, por que será selada e inundada com desinfetante industrial ou formaldeído. Também pode ser necessário desmontar alguns componentes previamente, então verifique com o fabricante.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...