Mais
×

As melhores carreiras para quem gosta de viajar

Uma variedade de profissões permite trabalhar e, de quebra, conhecer o mundo
dorian2013/iStock/Getty Images

Introdução

Viajar, conhecer gente e explorar lugares é ótimo para descansar e vivenciar novas experiências. Porém, para certas pessoas um par de semanas longe de casa durante as férias não é o suficiente. Por isso, procuram conciliar trabalho e lazer para fazer da paixão pelas viagens um meio de ganhar dinheiro. Se você é dessas pessoas que sonha em conseguir uma ocupação que proporcione novas jornadas, saiba que unir a vontade de conhecer o mundo com a profissão é possível. Existem diversas carreiras que exigem dinamismo e mobilidade, aliando negócios e lazer.

Guias precisam conhecer os destinos para orientar os turistas
fmincio/iStock/Getty Images

Guia turístico

Os guias turísticos são responsáveis por organizar um roteiro para determinado local, acompanhando e orientando um grupo de turistas. Para isso, precisam estudar e conhecer o lugar pessoalmente. É a profissão perfeita para quem gosta de conhecer a história dos lugares, mas é importante ser organizado e não ter vergonha de falar em público.

Viagens para fechar negociações fazem parte da rotina de quem trabalha com comércio exterior
Duncan Smith/Photodisc/Getty Images

Comércio exterior

Companhias de comércio exterior criam vínculos com empresas estrangeiras pelo mundo e muitas vezes são necessárias viagens para fechar a compra ou venda de serviços ou produtos. É uma profissão ideal para unir negócios e viagens pelo globo.

Jornalistas viajam para cobrir acontecimentos internacionais
George Doyle/Stockbyte/Getty Images

Correspondente internacional

Com eventos acontecendo por todo o mundo, é comum que jornalistas sejam escalados para cobrir histórias como correspondentes ou repórteres internacionais em outro lugar que não seu país de origem. Por isso, necessitam viajar constantemente. É a carreira ideal para os que não querem uma rotina fechada dentro de um escritório, mas também para aqueles que não têm medo, pois os acontecimentos retratados podem ser simples jogos esportivos, ou até mesmo guerras e conflitos.

Agentes humanitários viajam pelo mundo para oferecer assistência em países necessitados
Mario Tama/Getty Images News/Getty Images

Agente humanitário

É uma alternativa para aqueles que querem unir trabalho com causas sociais. Os agentes humanitários oferecem diferentes tipos de assistência em países que sofrem com algum problema social ou mesmo ambiental, como catástrofes naturais. Organizações como Médicos Sem Fronteiras, One World 365 e Americans for Health contratam diferentes tipos de profissionais para atuar em seus programas. Não espere fazer excursões de lazer através dessas ações: as viagens costumam ser para locais pouco turísticos, porém dão ao profissional a chance de conhecer regiões e culturas bem diferentes.

Tradutores muitas vezes viajam para conhecer o autor da obra que pretendem traduzir
Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Tradutor e intérprete

É comum que tradutores viagem aos países cujos idiomas estudaram para aprender melhor a língua e suas nuances mais a fundo, além de trocar experiências com os autores das obras que traduzem. Eles também podem trabalhar com traduções simultâneas em eventos internacionais. Já os intérpretes costumam acompanhar personalidades que não possuem fluência em determinada língua.

A procura pela aprendizagem da língua portuguesa é um nicho a ser explorado
hjalmeida/iStock/Getty Images

Professor de português no exterior

Com o salto de prosperidade que o Brasil alcançou nos últimos anos, o idioma português passou a ser uma língua estratégica no mundo, já que muitos negócios estão sendo fechados entre empresas brasileiras e internacionais. Com isso, aumentou a demanda por professores brasileiros nativos em escolas ou universidades no exterior. Além disso, é possível também dar aulas particulares presenciais ou até mesmo à distância, via Skype.

Comissários de bordo viajam constantemente
Comstock/Stockbyte/Getty Images

Comissário de bordo

Comissários ou comissárias de bordo estão constantemente viajando. Esses profissionais são responsáveis por dar assistência aos passageiros e muitas vezes podem aproveitar para conhecer as cidades de destino. É necessário treinamento especial de segurança, primeiros socorros e atenção aos clientes.

O arqueólogo precisa viajar para explorar os vestígios de sociedades passadas
muratart/iStock/Getty Images

Arqueólogo

O arqueólogo precisa explorar e estudar materiais e vestígios do passado. Para isso, viagens são necessárias a fim de realizar novas descobertas, que servem para analisar as antigas civilizações e a evolução do homem. Além de se deslocarem fisicamente para descobrir novos objetos de estudo, ainda realizam uma verdadeira viagem no tempo através da história.

Uma câmera na mão é tudo que um fotógrafo precisa para realizar seu trabalho pelo mundo
Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images

Fotógrafo

Fotógrafos que trabalham como freelancers podem viajar com suas câmeras e fechar contratos para eventos ao redor do mundo. Já aqueles que trabalham com agências ou veículos internacionais, costumam ter a chance de conhecer novos lugares ao cobrir determinados acontecimentos. Além disso, podem trabalhar em projetos individuais e ganhar dinheiro com suas produções, vendendo-as para jornais, revistas e agências de publicidade em qualquer lugar do mundo.

Diversos tipos de funcionários são necessários para compor a tripulação do cruzeiro
Creatas/Creatas/Getty Images

Tripulação de cruzeiro

Trabalhar a bordo em um cruzeiro significa que você estará viajando constantemente. Mas quem sabe você poderá aproveitar alguma parada para conhecer o local? Ou pode simplesmente apreciar as belas paisagens do trajeto. Você pode atuar como garçom, barman, camareira, auxiliar no entretenimento dos viajantes, receptivo e vendedor das lojas, entre várias outras ocupações. Geralmente, é necessário saber falar outros idiomas, especialmente o inglês, e realizar treinamento em segurança marítima.