Mais
×

Os melhores destinos brasileiros durante o Carnaval

Pei Fon/ Secom Maceió|Fotos Públicas

Introdução

Se você é fã de agito, pode preparar as malas. Finalmente, chegou uma das festas mais aguardadas do ano: o Carnaval. E você sabe, Brasil é o país do Carnaval. É aqui que estão os melhores lugares para curtir esse momento de alegria, festa e descontração. São seis dias de festa em que você pode aproveitar para sambar e, de quebra, conhecer um pouquinho mais desse nosso imenso País. Para ajudá-lo a escolher o melhor lugar para passar o Carnaval, nós preparamos uma lista dos destinos mais alegres, lugares onde a festa não tem hora para acabar. Prepare a sua viagem que o Carnaval está logo aí!

Flickr: Fotos Gov/Ba (Manu Dias/Secom) Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 2.0 Genérica (CC BY-NC-SA 2.0)

Salvador (BA)

A capital baiana é sinônimo de festa, alegria e Carnaval. Um dos mais famosos carnavais do mundo conta com uma festa alucinante que começa semanas antes da data oficial. Em Salvador, dezenas de trios elétricos passam pela cidade trazendo os mais destacados artistas da música baiana, desde Ivete Sangalo até Chiclete com Banana, passando por Cláudia Leitte, Daniela Mercury e Asa de Águia. Sem esquecer, é claro, da Timbalada e do Olodum. O sucesso da festa baiana passa pelos principais circuitos da cidade: Dodô (que liga os bairros Barra-Ondina); Osmar (Barra Avenida-Campo Grande); e Batatinha (Centro Histórico).

Flickr: Nelson Perez|Riotur

Rio de Janeiro (RJ)

O Rio de Janeiro é puro samba. Semanas antes do início oficial do carnaval, o Rio começa a viver intensamente o clima de festa. O auge do Carnaval carioca é o desfile do grupo especial das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, por onde passam escolas tradicionais que ajudaram a popularizar a festa no Brasil. Além dos glamorosos desfiles, a festa carioca apresenta opções para todos os gostos e estilos. Os blocos de rua são consagrados por sua diversidade. Espalhados da zona norte à zona sul, eles comandam a animação do Carnaval popular. O mais tradicional é o Cordão da Bola Preta, que reúne anônimos e famosos, todos vestidos de roupa branca com bolas pretas. Há ainda outros blocos famosos, como o Suvaco do Cristo e o Mas Não Largo do Copo.

Flickr Turismo em Minas

Ouro Preto (MG)

O Carnaval de Ouro Preto é conhecido nacionalmente por ser a festa das repúblicas. Por ser uma cidade que conta com a presença em massa de universitários, a maioria dos blocos é organizada pelas casas de estudantes, como os blocos Baú da Xita e Cabrobró. Mas existem outros organizados pelos moradores da cidade, inclusive o mais antigo bloco carnavalesco do Brasil. Trata-se de "O Zé Pereira dos Lacaios", que desde 1867 anima a festa com seus "catitões" (bonecos gigantes).

Heitor Carvalho Jorge/Wikimedia Commons

São Luís do Paraitinga (SP)

O melhor Carnaval de São Paulo está numa cidade que, apesar de pequena (10 mil habitantes), é muito animada. Afesta de São Luís do Paraitinga, cidade próxima a Taubaté, a 170 quilômetros de distância da capital paulista, nasceu popular e original. É um Carnaval tipicamente de rua onde só tocam marchinhas tradicionais, nada de samba ou axé. Foi assim que a folia de São Luís cresceu, com os blocos de antigos moradores ilustres do lugar, como o Juca Teles, a dona Maricota e o motorista Barbosa. As músicas grudam como chiclete. Depois do Carnaval, será difícil sair da festa sem cantarolar.

Flickr Prefeitura do Recife

Recife (PE)

Multifacetado, o Carnaval do Recife tem uma programação para ninguém botar defeito. A capital pernambucana traz, todos os anos, os tradicionais desfiles das escolas de samba. E tem também blocos de rua e shows de estilos variados nas noites de festa. Isso sem contar aquele que é considerado o maior bloco carnavalesco do mundo, o Galo da Madrugada. O bloco está registrado no Guinness Book, o livro dos recordes, como o maior bloco do mundo. No Sábado de Zé Pereira, o Galo da Madrugada reúne mais de 1,5 milhão de pessoas, número que vem subindo ano a ano. Atrás do imenso galo, todo mundo pula acompanhado de muito frevo em mais de 20 trios elétricos.

Flickr: Passarinho/Pref.Olinda | Prefeitura de Olinda Atribuição 2.0 Genérica (CC BY 2.0)

Olinda (PE)

Até hoje, Olinda apresenta um dos carnavais mais folclóricos e populares do Brasil. Ali, no meio da multidão, os bonecos gigantes - conhecidos como bonecos de Olinda - se destacam no meio das dezenas de blocos que desfilam pela cidade. Conhecidos em todo o Brasil, eles foram criados em 1932 e são feitos de pano, madeira e papel. Com a ideia de representar importantes personalidades do Brasil e do mundo, os bonecos de Olinda são a principal atração da folia da cidade. Mas além da festa dos bonecos, a cidade também traz 500 grupos carnavalescos que desfilam pelas ruas do Centro Histórico de Olinda. Também saem às ruas clubes de frevos, blocos, maracatus, troças, afoxés e caboclinhos. Arte, música e dança se encontram em Olinda em todo carnaval.

Flickr: tio gegeca | Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 2.0 Genérica (CC BY-NC-ND 2.0)

Diamantina (MG)

Em meio às ruas estreitas repletas de antigos casarões, uma verdadeira multidão curte um Carnaval que não tem hora para acabar. São 24 horas de festa durante os cinco dias de Carnaval. De dia, o destaque fica por conta dos blocos caricatos. Na parte da noite, quem conduz a batucada são os grupos Bartucada e a Bat Caverna. Tudo acontece na Praça do Mercado Velho, em uma festa que chega a reunir mais de 15 mil pessoas por dia.

Daniel Wiedemann/Hemera/Getty Images

Florianópolis (SC)

A capital catarinense é conhecida por ter um Carnaval alegre e sem preconceitos. Não é à toa que gays, lésbicas e simpatizantes viajam à Ilha da Magia para curtir uma festa de rua festiva e tranquila. Além das escolas de samba que desfilam na passarela Nego Quirido, no centro da cidade, a festa de Floripa é famosa pelo desfile de rua do Bloco dos Sujos, em que os homens se vestem de mulheres.

Flickr: Raphael Bernardino | Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 2.0 Genérica (CC BY-NC-SA 2.0)

Manaus (AM)

O Carnaval no Amazonas é famoso pela célebre criação do Carnaboi, a festa que reúne a batida carnavalesca com as tradições locais do Boi-Bumbá. A melhor folia da região Norte do País reúne até as agremiações tradicionais que são rivais nas festas folclóricas do Boi-Bumbá: Garantido e Caprichoso aproveitam o Carnaval juntos. A festa entra madrugada adentro no Centro de Convenções de Manaus, o "sambódromo" da cidade. Além disso, o Carnaval de Manaus mantém uma tradição que se originou no começo do século 20: o tradicional desfile das fantasias, que acontece no Centro Histórico da cidade.

Flickr: Visit Brasil: Christian Knepper/ Embratur

Fortaleza (CE)

Uma coisa é certa: qualquer canto da região Nordeste do Brasil durante o Carnaval é lugar de festa, alegria e descontração. Em Fortaleza, a festa costuma acontecer muito antes da semana carnavalesca. Longe da hegemonia do samba e do axé, a festa cearense se destaca pelos ritmos variados de música. Ali, é possível ver apresentações de grupos de samba e axé até rap, hip hop e ritmos locais. No entanto, o que mais chama a atenção são mesmo os grupos de maracatu e suas danças vibrantes pela Praia de Iracema e a Avenida Domingos Olímpio, os pontos principais do carnaval cearense. É um Carnaval pra ninguém botar defeito: alegre, variado e tradicional.