Os melhores tecidos para vestidos

Escrito por arlene mckanic | Traduzido por bruna biagioli
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os melhores tecidos para vestidos
Tecidos existem desde os tempos biblícos (Rebecca Van Ommen/Lifesize/Getty Images)

Muitos tecidos podem ser usados para vestidos. Não importa qual tecido usado, um vestido precisa ser confortável, fácil de vestir, limpar e lavar, e precisa cair bem. Ele deve ser reparável e ajustável, caso necessário, além de durável. O tecido também precisa ter valor estético e ser acessível.

Outras pessoas estão lendo

Algodão, lã e seda

O algodão é uma das fibras vegetais mais populares do mundo, utilizada na indústria têxtil. A fibra provém de cápsulas que rodeiam as sementes do arbusto Gossypium. Ela pode resistir a altas temperaturas, é fácil de lavar e absorve corantes muito bem. A lã é feita a partir do pelo de ovelhas, lhamas, camelos e cabras. É muito resistente, quente e se renova com a umidade. A seda é a fibra proveniente do casulo da lagarta Bombyx. Ela tem uma textura fina e brilhante e é muito forte e absorvente.

Tecidos à base de algodão

Os pontos do tecido suíço podem ser de uma ou várias cores diferentes, e estampados regular ou irregularmente no tecido fresco semi-transparente. Ele foi o primeiro feito em teares manuais, na Suíça, e os pontos podem ser anexados à mão. O tecido de base é geralmente de algodão bem fino. O ponto suíço é muito bom para tecidos de verão. Os pontos também são usados para vestidos de verão e também pode ser feito de algodão, seda artificial e outras fibras simétricas. É um tecido durável e de fácil lavagem, mas pode enrugar ao menos que tenha um acabamento sem rugas. O estampado também pode ser feito de algodão. O termo vem do persa "shirushaker", que significa leite e açúcar. O tecido geralmente vem com listras colorias em meio a formas pesadas. A dobra é entrelaçada no tecido e é permanente. É um tecido resistente que pode ser lavado sem passar e pode ser manchado, pintado ou estampado.

Tecidos à base de lã

A popeline pode ser feita de lã ou de outras fibras. A popeline é mercerizada, o que significa que é tratada de forma a torná-la brilhante. Ela pode ser branqueada, tingida ou estampada. O challis é feito de lã e outras fibras. O nome vem da palavra indiana "Shalee", que significa suave, macio e leve. Pode ser tingido ou estampado com padrões florais ou outros projetos.

Tecidos à base de seda

O tafetá foi supostamente originado no Irã, e foi chamado de "taftah", um tecido de seda fina. Ele é nítido e um pouco duro, mas pode ser feito em várias cores, padrões e desenhos. Não serve para uso no dia a dia, pois ele precisa ser pesado para se tornar rígido, o que diminui sua durabilidade. No entanto, é excelente para vestidos usados de noite. O cetim utiliza muitos fios finos, especialmente na urdidura (linhas verticais no tear). É brilhante e firme. O messaline, em homenagem à terceira esposa do Imperador Cláudio, é um tecido macio, brilhante e leve, que vem em cores sólidas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível