Mais
×

Métodos para banhar aço inoxidável

Atualizado em 17 abril, 2017

Banhar metais é uma técnica utilizada há muitos séculos para modificar as propriedades de sua superfície, colocando uma camada sobre eles. Ao passo que o banho geralmente é feito para evitar corrosões; o aço inoxidável, com seu alto teor de 10% a 11% de cromo, é inerentemente resistente a corrosões, manchas e ferrugem. Embora não seja completamente à prova de manchas; o banho também é feito por razões estéticas para tornar a soldagem do metal mais simples, aumentar sua durabilidade ou solidez, reduzir fricções, fazer pigmentos se aderirem mais facilmente, aumentar ou diminuir sua condutibilidade ou para protegê-lo contra a radiação.

A película de óxido de cromo sobre o aço inoxidável faz parte do metal (PhotoObjects.net/PhotoObjects.net/Getty Images)

Eletrodeposição

A eletrodeposição é um método de revestimento de aço semelhante à operação de uma bateria ao contrário. Em vez de liberar elétrons para criar uma corrente, como ocorre em uma bateria, a eletrodeposição une os elétrons adicionais sobre a superfície de um metal iônico com um ânodo, que é o metal positivamente carregado na solução; produzindo uma película não-iônica sobre o aço. Esse método é utilizado para revestir aço inoxidável com cobre em um produto finalizado, combinando a força do aço com a condutividade do cobre.

Galvanização seletiva

A galvanização seletiva é um tipo específico de eletrodeposição e o método preferido para folhear aço inoxidável com ouro. Após limpá-lo e poli-lo cuidadosamente com uma escova, o aço inoxidável é preparado para ser banhado em uma solução de níquel. Com uma corrente passando pelo metal, assim como em uma eletrodeposição regular, a placa de ouro é escovada e é isso que permite a seleção das seções que serão revestidas ou não.

Metalização química

A metalização química não utiliza energia externa e envolve uma solução aquosa em que diversas reações químicas ocorrem simultaneamente. O hipofosfito de sódio ou outro agente redutor libera hidrogênio como íons de hidreto que produz uma carga negativa sobre o aço a ser banhado. Isso permite, então, que outros metais positivamente carregados formem uma película sobre o aço.

Cromo

O banho de cromo requer diversos passos para revestir o aço. É preciso repetir o mesmo processo várias vezes, revestindo o aço com cobre, depois com níquel e, finalmente, com o cromo de fato. Cada metal tem uma afinidade com o metal que está sendo banhado. Se algum passo for ignorado, as camadas poderão descascar.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article