Métodos de castração canina

Escrito por adela sanders | Traduzido por ana carolina fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Métodos de castração canina
Aproximadamente 4 milhões de animais são sacrificados todo ano (the dog image by hupper from Fotolia.com)

De acordo com a Humane Society, abrigos de animais sacrificam metade dos seis a oito milhões de animais que dão entrada todos os anos nestes locais. Proprietários de animais que castram suas fêmeas podem ajudar a prevenir a superlotação de abrigos e o sacrifício de animais. Os veterinários oferecem dois tipos de castração: cirurgia tradicional e a laser. Em ambos os métodos, o profissional executa uma ovariohisterectomia para remover o útero e os ovários do animal para que impedir sua procriação.

Outras pessoas estão lendo

Cirurgia tradicional

A cirurgia tradicional é o método mais comum de se castrar um cão. Na preparação para a cirurgia, o veterinário coloca o animal sob anestesia. Em seguida, faz-se uma limpeza do local e um pequeno corte abaixo da barriga. O veterinário retira o útero e os ovários através da incisão e fecha as feridas internas com suturas dissolúveis. As feridas externas são então fechadas com suturas mais resistentes. O veterinário poderá removê-las após nove ou dez dias.

Cirurgia a laser

Algumas clínicas veterinárias são equipadas para castrar os cães usando tecnologia a laser. A cirurgia a laser é uma maneira relativamente nova de castração e nem todos os veterinários a oferecem. Assim como na cirurgia tradicional, o animal é colocado sob efeito de anestesia antes da operação. O laser é usado no lugar do bisturi para separar os órgãos reprodutivos. Embora cirurgia a laser seja menos dolorosa do que a tradicional, ela requer mais tempo de recuperação. É também um método mais caro.

Considerações

Todos os métodos de castração tem seus prós e contras. A cirurgia a laser é mais cara do que os procedimentos tradicionais devido ao treinamento especial que os veterinários têm que se submeter para usar o equipamento. Este equipamento a laser também tem um custo mais elevado do que as ferramentas cirúrgicas mais comuns. Cães castrados a laser se sentem melhor com mais rapidez, mas o processo de recuperação é mais lento. Como a dor não é indicativa de danos internos, os cães castrados a laser são mais propensos a agravar seus ferimentos com brincadeiras agitadas muito cedo após a cirurgia. Os cães castrados tradicionalmente se curam mais rápido. No entanto, no método tradicional, os cães tendem a lamber o local da incisão, o que pode causar infecções. Eles também sofrem mais com dores temporárias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível