×
Loading ...

Métodos de corte de orelhas de cães

Atualizado em 21 novembro, 2016

Os cortes das orelhas e da cauda são duas controversas cirurgias caninas. Embora o corte das orelhas seja mencionado em muitos padrões de raça de exposições caninas, a American Veterinary Medical Association alterou recentemente seu posicionamento oficial a respeito do procedimento, afirmando que se opõe ao corte com finalidades estéticas. O Conselho Federal de Medicina Veterinária adotou uma postura semelhante em território nacional. Devido à natureza controversa do procedimento, donos responsáveis buscarão apenas cirurgias seguras e feitas profissionalmente por veterinários qualificados que não se oponham ao corte por motivos éticos.

Os cortes das orelhas e da cauda são procedimentos controversos (Thomas Northcut/Digital Vision/Getty Images)

Ototomia ética e anti-ética

Muitas pessoas questionam a ética por trás do corte das orelhas de qualquer cão. Como a eticidade da ototomia geralmente é questionada, donos responsáveis sempre buscarão os serviços de um veterinário autorizado para a realização da cirurgia. Procedimentos realizados pelo dono, utilizando tesouras ou estiletes, são universalmente considerados anti-éticos ou até ilegais.

Loading...

Estilos diferentes

Raças diferentes têm diferentes estilos de ototomia dependendo da finalidade do corte, da firmeza do couro da orelha, do formato craniano e da expressão do cão. O dono deve determinar qual o melhor estilo antes do procedimento e deve ser capaz de exprimir seu desejo ao veterinário que realizará a cirurgia.

O procedimento cirúrgico ético

A técnica veterinária Laura Thompson explica que atualmente a ototomia é realizada em uma sala de cirurgia esterilizada, com o cão sedado. Após a imobilização do animal, o veterinário marca o couro da orelha para guiar-se antes da realização das incisões. Após a remoção do couro, as orelhas podem ou não ser suturadas, dependendo da prática do veterinário. As orelhas são então enfaixadas em posição vertical e enroladas aos suportes.

Outros procedimentos de corte de orelhas

Alguns criadores ainda preferem cortar eles mesmos as orelhas de seus cães, por costume ou por não conseguirem um veterinário para realizar o procedimento. Por não terem acesso à anestesia, eles entorpecem as orelhas utilizando agentes tópicos ou gelo. Após marcar as orelhas da mesma forma que os veterinários, a pessoa realizando a cirurgia utiliza tesouras ou estiletes esterilizados para cortar a orelha.

Tesouras de artesanato ou de cozinha afiadas são o instrumento típico utilizado para o corte caseiro das orelhas de cães pequenos. Por conta das marcas que podem ser deixadas através do uso de tesouras, pessoas cortando orelhas de cães de porte médio ou grande geralmente preferem utilizar uma faca para obter bordas mais suaves. Após o procedimento, o ferimento é higienizado utilizando um pó antisséptico para estimular a cicatrização.

Este procedimento, independentemente das ferramentas utilizadas, coloca o filhote sob perigo de ferimentos ou morte. A ototomia pode ser uma cirurgia traumática e é melhor realizada por um profissional especializado.

Conclusão

Os métodos de corte de orelhas mudaram bastante. Diferentemente de técnicas muito primitivas, que geralmente consistiam na amputação da orelha na raiz utilizando uma faca, os cães de hoje recebem cuidados médicos excelentes, aliviando grande parte do estresse tanto para o dono quanto para o animal.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...