Métodos para curar infecções por fungos em cachorros

Escrito por kimberly harris | Traduzido por marina pastore
Métodos para curar infecções por fungos em cachorros
Uma infecção por fungos pode causar coceira, mau cheiro e até artrite (Janie Airey/Digital Vision/Getty Images)

Seu cachorro tem um cheiro horrível e parece engordurado e sujo apenas um dia ou dois depois de tomar banho? Ele está com a pele escamosa e pelos grudentos ao toque? Se esta parece a descrição do seu cachorro, ele provavelmente tem uma infecção por fungos. Este tipo de infecção é causado por um crescimento exagerado de fungos no corpo do seu cão, o que pode causar erupções cutâneas, coceira intensa, odor corporal, orelhas malcheirosas, aumento da queda de pelos e até artrite.

Causas

Os fungos estão presentes na superfície de todos os organismos vivos, incluindo a pele do seu cachorro. Quando os fungos começam a se multiplicar, os problemas aparecem. A causa subjacente de uma infecção por fungos geralmente é uma reação alérgica. Porém, os fungos frequentemente continuam a se multiplicar mesmo depois que a fonte da reação alérgica é removida. Depois que a pele estiver danificada por ser coçada e arranhada, o fungo toma conta.

Cães com sistemas imunológicos debilitados são vulneráveis a infecções por fungos. O uso de antibióticos, esteroides, ração de baixa qualidade e banhos frequentes também pode levar a uma proliferação de fungos na pele e nas orelhas do seu cachorro.

Diagnóstico

Porque os fungos estão presentes na pele de todos os cachorros, o diagnóstico é normalmente baseado na observação clínica durante um exame veterinário. Porém, é importante determinar a causa subjacente para evitar a recorrência. Seu veterinário pode fazer uma raspagem da pele para realizar um exame microscópico e verificar se há parasitas. Provavelmente, ele vai fazer alguns exames de sangue para verificar se há doenças autoimunes e diabetes melito, causas comuns de infecções por fungos. Quando a causa subjacente for determinada, você poderá começar a tratar a infecção.

Tratamentos

Infecções por fungos em cachorros podem ser difíceis de tratar. O tratamento requer paciência e perseverança, e não ocorre rapidamente. Você pode começar a notar melhoras dentro de um mês, mas pode demorar vários meses até que o problema esteja sob controle. É importante continuar o programa de tratamento para evitar a recorrência. Porque os fungos estão presentes tanto na pele quanto no trato intestinal, você vai precisar tratar interna e externamente. Certifique-se de consultar seu veterinário antes de iniciar qualquer tratamento.

Os tratamentos internos devem começar com uma dieta de alta qualidade. Acrescentar enzimas metabólicas à dieta do seu cão vai ajudar a desintoxicar o corpo dele. Use probióticos para manter o nível de pH balanceado no intestino. Vinagre de maçã ou suco de limão funcionam bem para manter um nível normal de pH. Acrescente duas colheres de chá por dia à ração ou à água.

Os tratamentos externos começam com um xampu medicinal. Existem muitos xampus disponíveis no consultório do seu veterinário ou no supermercado local. É possível encontrar xampus com receita médica contendo 2% de gluconato de clorexidina, um agente anti-microbiano. Também existem alguns xampus formulados para humanos que funcionam bem no tratamento de infecções por fungos. Para a maior eficácia possível, estes produtos devem permanecer na pele por 10 a 15 minutos antes de enxaguar.

Você também pode usar uma solução de 50% de vinagre de maçã e 50% de água. Espalhe bem a solução pelo corpo do seu cachorro e deixe-o secar ao ar livre. Tome cuidado com este tratamento, já que ele arde se for colocado sobre feridas abertas. Você pode criar um spray acrescentando uma colher de chá de Oxy-drops a uma xícara de água destilada. Esta solução pode ser borrifada na pele ou nas orelhas para ajudar a prevenir uma infecção secundária. O Hamamélis também funciona bem para limpar o exterior da orelha do cachorro ou para tratar pequenas manchas na pele do animal.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível