Métodos e sistemas para descarte de resíduos

Escrito por casandra maier | Traduzido por pamela oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Métodos e sistemas para descarte de resíduos
Um aterro sanitário é um método de descarte de lixo no qual ele é compactado e enterrado (Digital Vision/Digital Vision/Getty Images)

O descarte de resíduos é a remoção ou transformação deles, que podem ser uma variedade de materiais, incluindo folhas, lixo, entulho, restos de alimento e excrementos de humanos e animais. Com o crescimento da população global os meios e sistemas de descarte de resíduos se tornaram incrivelmente complexos. Cada um deles possui prós e contras.

Outras pessoas estão lendo

Aterros sanitários

Aterros sanitários são áreas nas quais o lixo é colocado, compactado e coberto de terra a cada dia. É possível fazer várias camadas de resíduos, permitindo descartar um grande volume deles. Os aterros podem operar sem a necessidade de muitas pessoas ou equipamento. A organização, operação e manutenção desses aterros devem garantir que as áreas de descarte sejam seguras e não tenham vazamentos. Uma vez que o aterro esteja cheio, o lugar pode ser usado para outros fins.

Lixões a céu aberto

Um lixão é um método pouco higiênico de descarte de resíduos, no qual os resíduos são colocados e deixados ao céu aberto em um lugar designado. Eles ainda são muito comuns em várias partes do mundo por serem baratos e de fácil operação. Entretanto, o lixão é uma forma insustentável de descarte de resíduos, pois geram poluição do ar e infiltrações que poluem lençóis freáticos. Esses depósitos podem representar riscos a saúde porque os odores podem atrair insetos e roedores.

Descarte no oceano

Descarte no oceano é outra forma de descarte inimiga do meio ambiente. Barcas carregam lixo e resíduos para o meio do mar e os despeja como uma forma barata de descarte. Os Estados Unidos proibiram o descarte no oceano, mas ainda é uma prática comum em várias partes do mundo. Esse tipo de descarte sobrecarrega os ambientes aquáticos eliminando o plâncton e outras fontes de alimento, destruindo o ecossistema.

Incineração

Incineração é a queima dos resíduos para gerar cinzas, sem odor, para então ser colocada no aterro. Reduzindo o volume pela metade, sistemas de incineração requerem muito pouco espaço para operar. Porém, a incineração pode ser um método caro de descarte, pois precisa de trabalhadores experientes e manutenção contínua. Incineração também precisa de energia para criar as altas temperaturas que reduzem o lixo a cinzas.

Reciclagem

Reciclagem é um dos métodos mais ecologicamente corretos de descarte de resíduos, pois os transforma em materiais reutilizáveis. Reciclagem pode ser cara e difícil, devido a necessidade de separar os materiais, pois nem tudo é reciclável. A reciclagem é importante para reduzir a quantidade de lixo que vai para os lixões e aterros e é vista como a chave para um futuro mais sustentável.

Sistemas sépticos

Sistemas sépticos são designados como uma forma segura e higiênica de descartar resíduos humanos e biológicos. Um tanque local recebe os resíduos deixando-os decompor em componentes menos danosos para o meio ambiente. Esses componentes são, então, enviados para uma unidade de tratamento de água. Apesar de não serem livres de manutenção, sistemas sépticos garantem que os resíduos não contaminem a terra ou os lençóis freáticos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível