Instruções de uso do Microgynon 30

Escrito por jessica anne elizabeth | Traduzido por carlos augusto santana filho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A pílula anticoncepcional monofásica Microgynon 30, vem em uma embalagem para 28 dias. A mulher deve consumir 21 dias de pílulas hormonais e uma semana de pílulas de placebo, para o ciclo menstrual ser completado. Como muitas outras pílulas anticoncepcionais, existem efeitos colaterais, precauções e advertências adicionais. Estas instruções de uso irão fornecer informações úteis para quem deseja usar Microgynon 30.

Outras pessoas estão lendo

Em que o Microgynon 30 é usado no tratamento?

Embora seja um instrumento para prevenção da gravidez, o Microgynon 30 é também usado para tratar a acne. Outras condições da saúde da mulher, tais como dismenorreia (cólicas menstruais), menorragia (menstruações) e endometriose, são tratadas com o uso de Microgynon 30. Períodos irregulares e casos graves de TPM também podem ser tratados com essa pílula.

Como o Microgynon 30 funciona?

Todas as pílulas anticoncepcionais hormonais fazem o corpo acreditar que a mulher já menstruou. Por fim, o controle de natalidade engrossa o muco cervical, dificultando que o esperma consiga penetrar no útero. Isso torna mais difícil a gravidez. O uso de uma pílula anticoncepcional hormonal também cria um período mais curto e mais rápido, existindo a possibilidade de pular um ciclo menstrual, caso deseje. Isso não é recomendado para mulheres que utilizarão pela primeira vez o Microgynon 30, pois é comum que cause hemorragias e manchas.

Quais são alguns dos efeitos colaterais da Microgynon 30?

Os efeitos colaterais variam de acordo com cada mulher que o utiliza. Enquanto o corpo está se adaptando aos hormônios que são fornecidos diariamente, podem ocorrer vários sintomas. Esses incluem: náusea, sensibilidade mamária, retenção de água, vômitos, desmaios, dores de cabeça, alterações de peso, manchas, hemorragias, dores de cabeça, aumento da pressão arterial, cálculos biliares, depressão, diminuição da libido e problemas de função hepática. Um aumento do risco de coágulos no sangue também ocorre em mulheres que usam a pílula anticoncepcional hormonal. Estes efeitos secundários são comuns, no entanto, se persistirem, um médico deve ser consultado. Outras instruções sobre se deve ou não continuar tomando o Microgynon 30 devem ser determinadas por um profissional da saúde.

Quais são algumas precauções em relação ao Microgynon 30?

Primeiro de tudo, hemorragias e/ou manchas são comuns em mulheres que começam a usar uma nova pílula anticoncepcional. Outras irregularidades menstruais, incluindo períodos perdidos, também podem ocorrer quando o corpo está se ajustando a dosagem de hormônios sendo fornecidos a ele diariamente. Preste muita atenção ao seu corpo durante o início do uso de Microgynon 30. Pare de tomá-lo imediatamente se sentir algum dos seguintes sintomas: inchaço das pernas, dor no peito, respiração dolorosa, enxaquecas consistentes, tontura, dormência em um lado do corpo ou convulsões.

Quem não deve tomar Microgynon 30?

Mulheres que fumam, têm diabetes, histórico de doença cardíaca ou câncer de mama em sua família e mulheres acima de 35 anos no geral não são recomendadas a tomar o Microgynon 30. Outras condições de saúde que possam tornar o medicamente ineficaz ou inseguro são: depressão severa, histórico familiar de doenças do fígado, problemas renais ou doença de Crohn. Além disso, as mulheres nunca devem iniciar uma nova pílula anticoncepcional, caso desconfiem que possam estar grávidas ou se estiverem amamentando.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível