Mieloma múltiplo em cães

Escrito por jessica cook | Traduzido por paula belchior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O mieloma múltiplo é um tipo de câncer que afeta as pessoas, bem como os cães e outros animais. O mieloma múltiplo atinge a medula óssea ou as células do sangue e, é geralmente fatal. Se você suspeita que seu cão pode ter o mieloma múltiplo, deve procurar a intervenção veterinária imediatamente e explorar as opções de tratamento.

Outras pessoas estão lendo

Definição

O mieloma múltiplo é um tumor de células de plasma. As células plasmáticas são um tipo específico de glóbulo branco projetado para criar anticorpos (que combatem as infecções no corpo). Quando uma célula se reproduz no plasma de uma maneira descontrolada, desenvolve-se um tumor (mieloma múltiplo).

As células do mieloma múltiplo podem causar uma variedade de problemas para os cães. Em um tal problema, as células causam o engrossamento do sangue, o que por sua vez faz com que o coração trabalhe mais para bombear o sangue e pode levar à doença ou insuficiência cardíaca. Em outro cenário, o corpo trabalha duro para criar anticorpos para as células tumorais e não podem criá-los para outras coisas, colocando o cão em maior risco de outras infecções.

Sinais e sintomas

Os cães mais velhos parecem ser mais suscetíveis ao mieloma múltiplo do que outros animais ou cães mais jovens. Os sintomas incluem letargia, fraqueza, aumento do consumo de líquidos e da micção, sangramento nas gengivas ou nariz, fraqueza, convulsões e até mesmo uma alteração do nível de consciência. As fraturas ósseas também podem ser um sintoma, devido à presença do mieloma múltiplo na medula óssea, o que pode enfraquecer os ossos.

Diagnóstico

Se você leva o seu cão ao veterinário para um diagnóstico de mieloma múltiplo, o veterinário provavelmente vai começar pela realização de exames de sangue em seu cão. Isto lhe permitirá observar os anticorpos em busca do mieloma. Ele pode também fazer uma radiografia do peito ou nos membros para detectar a presença das células de mieloma nos ossos.

Para um diagnóstico definitivo, o médico fará a biópsia das células afetadas. O médico provavelmente coletará uma amostra dessas células se os testes anteriores executados o levarem a suspeitar da presença de células de mieloma múltiplo no corpo do seu cão.

Tratamento

A quimioterapia é o tratamento primário para o mieloma múltiplo em cães. Para os cães, esse medicamento é administrado por via oral; o seu veterinário terá que monitorar as respostas do seu cão para o tratamento regularmente, bem como através de exames de urina ou de sangue.

Na maioria dos casos, a quimioterapia funciona para diminuir a produção de células de plasma afetadas e curar o cão. No entanto, a doença é conhecida por suas frequentes recaídas, então isso pode ser esperado, mesmo após o tratamento bem sucedido.

Outros tratamentos podem ser administrados para tratar os sintomas adicionais de mieloma múltiplo. Os analgésicos são uma opção se a quimioterapia não funciona ou se você optar por não usar esse procedimento.

Prognóstico

De acordo com o site Michigan Veterinary Specialist, os cães que respondem com sucesso à quimioterapia provavelmente sobreviverão um ou dois anos após o tratamento. Se o cão desenvolve complicações como resultado da doença, essas complicações podem reduzir a sua esperança de vida, de acordo com a sua gravidade. Como resultado desse prognóstico, alguns donos de cães podem optar por evitar o tratamento agressivo e simplesmente manter os níveis de conforto para o cão conforme ele vive a duração da doença.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível