Minerais e ervas para o combate à fibromialgia

Escrito por merrill gillaspy | Traduzido por ana rodrigues
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Minerais e ervas para o combate à fibromialgia
Algumas pessoas que sofrem de fibromialgia encontram alívio em ervas (Herbs image by Tomasz Cebo from Fotolia.com)

A fibromialgia é uma condição crônica sem causa conhecida, que afeta 2% da população dos EUA - a maioria mulheres - de acordo com MayoClinic.com. Pessoas com fibromialgia tendem a sentir cansaço persistente e dor por todo o corpo. Embora os medicamentos como drogas não esteroides anti-inflamatórias - aspirina e ibuprofeno, por exemplo - e antidepressivos sejam recomendados para controlar a doença, alguns pacientes não os toleram bem. Para estes indivíduos, os suplementos e tratamentos à base de ervas oferecem uma abordagem alternativa, de acordo com a WebMD.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

As pessoas são mais propensas a sofrer de fibromialgia conforme envelhecem. A condição afeta não apenas os músculos, mas também os ligamentos e tendões. Pessoas que sofrem com a doença sentem fragilidade em todo o corpo, mais particularmente em áreas de ponto de pressão chaves, como nas omoplatas, na parte de trás da cabeça e nas laterais dos quadris. Pacientes com fibromialgia parecem nunca atingir um sono profundo, de modo que estão sempre cansados. Condições que parecem existir com fibromialgia são a artrite, a síndrome da fadiga crônica, a depressão e lúpus, entre outras, de acordo com MayoClinic.com. A causa da fibromialgia é basicamente desconhecida, mas uma série de fatores podem desencadear a doença. Um evento traumático ou estresse emocional combinado com uma infecção e um histórico familiar pode fazer uma pessoa tornar-se especialmente suscetível.

Minerais

Os dois minerais apontados como chave para recuperar o equilíbrio perdido no corpo em virtude da fibromialgia são o cálcio e o magnésio, de acordo com a Healthy-Living.Org. O cálcio serve para remover o ácido láctico do corpo, uma substância que os pacientes da doença possuem em abundância. As melhores formas de obtenção de cálcio através de fontes biológicas são por meio da vegetação ou das algas. O magnésio é um gerenciador natural da dor, evitando a queima demasiadamente rápida dos nervos. De acordo com Elizabeth Wotton, ND, médica naturopata no Compass Family Health Center em Plymouth, Massachusetts, os pacientes com fibromialgia são deficientes em magnésio, que é a fonte de sua dor crônica. O magnésio trabalha com o cálcio para relaxar os músculos e aliviar a dor. A Dra. Wotton recomenda 200 mg, três vezes ao dia, ao longo de seis meses.

Ervas

De acordo com a Fibromyalgia Resource Information, as pessoas usam uma variedade de ervas para tratar os sintomas da fibromialgia. A erva-de-são-joão pode ajudar a aliviar o estresse, a ansiedade e problemas de sono que a fibromialgia pode causar. Além do mais, de acordo com a WebMD, a erva pode aliviar a depressão e a dor, já que tem demonstrado a capacidade de regular a dopamina, neurotransmissores, noradrenalina e serotonina. O óleo de semente de groselha negra contém ácido gama-linolênico e alfa ácido linolênico. Esses aminoácidos ajudam a reduzir o tipo de inflamação das articulações que os pacientes da doença experimentam.

Por serem ricos em salicinas, a boswellia, a ulmeira e a casca de salgueiro-branco são analgésicos naturais eficazes. A matricária é eficaz contra dores de cabeça, que são comuns entre os pacientes de fibromialgia. O pycnogenol alivia a depressão, elevando o estoque de serotonina do corpo e aumentando o fluxo de sangue. O creme de capsaicina (da primenta), um revulsivo, pode ser esfregado na pele das áreas afetadas com o objetivo de diminuir a irritação, aliviando a inflamação existente. O ginseng, uma erva medicinal utilizada há séculos, pode ajudar a aumentar os níveis de energia e aliviar o estresse em quem sofre de fibromialgia. O ginseng chinês e o americano são empregados para a saúde geral, enquanto o ginseng siberiano é usado para tratar a inflamação.

Diretrizes de terapia alternativa

Como as pessoas recorrem a tratamentos alternativos, incluindo ervas e suplementos, para uma série de condições, o Congresso norte-americano tomou nota e formou o Centro Nacional para Medicina Complementar e Alternativa, que vem sob os auspícios do Instituto Nacional de Saúde. O Centro é acusado de desenvolver diretrizes para terapias alternativas seguras, que ajudam as pessoas a administrarem seus sintomas, de acordo com a WebMD.

Interações

Lembre-se, assim como medicamentos ou remédios sem prescrição médica, medicamentos à base de ervas e suplementos minerais podem ter efeitos potencialmente negativos sobre o corpo e interagir com outros medicamentos, pondo em risco a sua saúde. Converse com seu médico antes de tentar qualquer tipo de tratamento com ervas ou suplemento mineral. Você pode considerar consultar-se com provedores de saúde holística, que usam uma combinação de medicinas alternativas e convencionais para o tratamento dos sintomas da fibromialgia, diz WebMD.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível