×
Loading ...

Como usar minha nota do Enem

Anualmente, milhões de estudantes brasileiros prestam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a fim de testar seus conhecimentos. No entanto, obter uma boa nota no exame pode abrir portas para diversas oportunidades, como requerer o certificado de conclusão do ensino médio; concorrer a uma das milhares de vagas oferecidas em universidades públicas; obter bolsa ou financiamento em instituições particulares de ensino superior; e serve até mesmo como pré-requisito para participar do Programa Ciência Sem Fronteiras. Confira a seguir o que fazer com sua nota do Enem.

Instruções

O Enem é porta de entrada para um curso universitário (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)
  1. Após realizar o Enem, confira o período para a consulta de sua nota no site do Inep (www.inep.gov.br), instituição federal responsável pelo exame. As notas do exame são disponibilizados no site http://sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem/>

    Loading...
  2. Se você tem mais de 18 anos e ainda não terminou a escolarização básica, pode pleitear a certificação no Ensino Médio junto a uma das instituições informadas no edital no Enem. Para isso, basta escolher uma instituição certificadora e indicá-la no ato da inscrição no exame. Assim, o Inep enviará seus dados para ela. Após a divulgação das notas, finalize o processo de certificação, que terá ou não outras etapas a depender da instituição.

  3. Diversas instituições públicas abandonaram o vestibular e adotaram o Enem como forma de ingresso. É o chamado Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece milhares de cursos em instituições públicas brasileiras. Em algumas, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro, esta é a única forma de ingresso, enquanto a Universidade de Brasília destina metade de suas vagas para os inscritos no Sisu. Para se candidatar a uma vaga, basta acessar o site do sistema (Ver seção Referências) durante o período de inscrições, com o número de inscrição e a senha cadastrada no Enem em mãos.

  4. A nota do Enem também serve para ingressar em universidades privadas. Algumas delas aceitam o exame em substituição ao vestibular. Quem tem renda familiar de até três salários mínimos por pessoa, pode pleitear uma bolsa parcial (50%) ou integral em algumas instituições utilizando o Programa Universidade para Todos (ProUni). Além da renda, o candidato deve ter obtido 450 na média das notas do Enem, não ter zerado a redação e satisfazer um dos seguintes critérios: ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou ter sido bolsista integral em instituição privada; ser pessoa com deficiência; ou ser professor da rede pública de ensino ativo – nesse caso, a renda não é considerada, mas é preciso ser servidor permanente e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Os candidatos interessados podem se inscrever pelo site do ProUni (Ver seção Referências)

  5. Mesmo após ingressar em um curso superior, a nota do Enem continua valendo. O Programa Ciências Sem Fronteiras promove o intercâmbio de estudantes de alguns cursos de graduação no exterior. Nesse caso, o estudante deve ter cursado entre 20% e 90% do curso, ter obtido no mínimo 600 pontos no Enem e possuir bom desempenho acadêmico. O programa promove chamadas regulares para diversos países durante o ano inteiro. Ficou interessado? Então fique atento às oportunidades divulgadas no site do programa (Ver seção Referências) e boa sorte!

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...