Por que a minha perna fica dormente quando estou andando?

Escrito por elizabeth streeter | Traduzido por marcella narvaes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que a minha perna fica dormente quando estou andando?
Uma circulação debilitada às vezes faz com que as pernas durmam (Creatas Images/Creatas/Getty Images)

Pernas geralmente ficam dormentes quando estamos sentados, em pé ou reclinados em uma posição por um longo período. Tipicamente, essa não é uma razão para se preocupar. Mas em algumas pessoas, essa dormência e formigamento ocorrem quando se está andando e uma variedade de condições pode fazer com que uma perna durma nessa situação. Essas condições tipicamente ocorrem pois há problemas sensoriais ou de circulação.

Outras pessoas estão lendo

Neuropatia diabética

A neuropatia diabética é um distúrbio que afeta o nervo periférico. Isso geralmente ocorre em pessoas que têm pouco controle sobre o seu nível de açúcar no sangue ou em quem têm diabetes. Essa condição pode se desenvolver subitamente ou com o tempo. A neuropatia diabética às vezes causa formigamento, fraqueza e dormência nas pernas e nos pés, de acordo com o site do National Institute of Neurological Disorders and Stroke. Outros sintomas do distúrbio incluem úlceras no pé, atrofia muscular e dificuldade de andar.

Doença arterial periférica

Problemas circulatórios geralmente fazem com que a perna durma quando se está andando. A doença arterial periférica ocorre quando há falta de fluxo sanguíneo nas pernas — tipicamente causado por aterosclerose, uma condição geralmente causada pelo estreitamento das artérias por placas de gordura. O site Mayo Clinic observa que o sinal denunciador da doença arterial periférica é dor ao andar. Outros sintomas podem incluir dormência na perna, câimbras intensas depois de atividades como caminhar, uma mudança na cor da perna e pouca pulsação nas pernas.

Ataque isquêmico transitório

O ataque isquêmico transitório ocorre quando a circulação de sangue no cérebro é temporariamente interrompida. Ele pode causar fraqueza súbita e dormência na perna, tipicamente em um lado do corpo, de acordo com o site U.S. National Library of Medicine. Coágulos sanguíneos, lesões nos vasos sanguíneos e estreitamento dos mesmos impedem o fluxo de sangue de chegar ao cérebro e produzem esses sintomas. Esses podem se desenvolver de repente durando até duas horas. Depois do ataque, os sintomas desaparecem. A aterosclerose aumenta as chances de um ataque isquêmico transitório.

Enxaquecas

Quem sofre de enxaqueca geralmente desenvolve uma dor severa na cabeça durante um episódio. Eles também têm outros sintomas que não parecem ter correlação, como dormência. De acordo com o site Migraine, 13% das pessoas que têm enxaquecas também têm uma sensação de dormências nas pernas ou braços e algumas têm até dormência facial. Os sintomas geralmente aparecem no mesmo lado do corpo que a enxaqueca. O site Migraine diz que esses ocorrem devido à aura sensorial, mudanças nos sentido que ocorrem antes de um episódio de enxaqueca.

Sinais de alerta

O site U.S. National Library of Medicine sugere que entre em contato com um médico se não há causa óbvia para uma dormência e se o formigamento piorar quando andar. Urinação frequente, coceiras, tontura e dor nos braços também são sintomas que pedem a atenção de um médico. Procure ajuda médica imediatamente se o formigamento ocorrer após um ferimento na cabeça, pescoço ou costas. Paralisia, perda de controle muscular ou da bexiga, fala mal articulada e confusão grave também são sintomas que precisam ser tratados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível