Mitos e lendas da girafa

Escrito por trevor talley | Traduzido por juliana s. zoccoli
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Mitos e lendas da girafa
As características distintas da girafa capturaram imaginações ao longo da história (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Uma criatura fascinante e bela, a girafa tem sido admirada por pessoas e culturas de todo o mundo por suas características físicas únicas, sua raridade e sua natureza pacífica. Além de ser um animal visto raramente, os estudiosos do passado tinham dificuldade em explicar a origem e as características da girafa, e muitos mitos e lendas surgiram sobre o animal.

Outras pessoas estão lendo

O Qilin

O Qilin é uma criatura mítica importante na mitologia chinesa, que se espalhou por toda a Ásia, e ainda é comumente mencionado até hoje. O Qilin era uma criatura com cascos e chifres, pacífica no comportamento e aparecendo apenas em terras governadas por uma pessoa sábia. Quando o explorador Zheng He visitou a África Oriental em 1421, ele trouxe duas girafas de volta para a China, que foram imediatamente associadas ao Qilin, embora este tenha sido muitas vezes descrito como tendo patas e pescoço curtos. Apesar das diferenças, a girafa foi proclamada uma criatura mágica e chamada de "Qilin". Os poderes do Qilin foram transferidos para a girafa na mitologia chinesa por um longo tempo. Até hoje, a girafa é referida como "kirin" no Japão e na Coréia.

Mitos de origem mista

Em muitas culturas do passado, pensavam que a girafa era um animal híbrido, devido à estranheza de suas características. O mundo árabe antigo tinha muitas opiniões sobre a origem da girafa. Alguns estudiosos antigos diziam que era um resultado do acasalamento de um camelo e uma pantera; outros que ela vinha de um camelo, uma hiena e uma vaca, e alguns diziam que garanhões produziam uma girafa. O nome científico da girafa é Giraffa camelopardalis, e camelopardo - ou meio camelo, meio leopardo - era uma maneira comum de se referir à girafa há muito tempo, como no período do Império Romano. Muitos estudiosos no passado, no entanto, acreditavam que a girafa era uma espécie separada, com sabemos que é hoje.

Zarafa

Quando uma girafa foi trazida publicamente nos países europeus nos tempos pré-modernos, criou um tumulto. A girafa chamada Zarafa, a palavra árabe para girafa que significa "uma encantadora", foi dada ao rei da França Charles X em 1826 por Mehmet Ali Pasha, governante do Egito. Ela foi enviada junto com outras duas para a França, onde foram encaminhadas para Paris através das cidades francesas. Ao longo do caminho, milhares de pessoas se reuniram para ver os animais e, quando chegaram a Paris, uma multidão de 100.000 estava esperando. A histeria resultante sobre as girafas foi chamada de Zarafamania, e os animais inspiraram tudo desde histórias curtas a estilos de cabelo e roupas na cidade.

A voz de uma girafa

A girafa é um animal geralmente muito quieto, levando a um mito comum de que ela não tem voz. Este mito não tem uma origem geográfica específica, mas foi repassado de boca a boca e é ainda hoje predominante. O mito, no entanto, é falso, como zoólogos de todo o mundo relatam que a girafa, de fato, faz ruídos semelhantes aos de uma vaca, como mugidos e berros.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível