Como mixar faixas de guitarra

Escrito por greg johnson | Traduzido por lean pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como mixar faixas de guitarra
Uma boa mixagem pode dar ao violão ou guitarra a qualidade profissional que você deseja (guitar image by Dave Cox from Fotolia.com)

Guitarras são consideradas a coluna vertebral de boa parte da música moderna, e sua mixagem em uma música pode ser determinante no resultado final da gravação. Já que a maioria das bandas voltadas ao rock têm a atenção bastante voltada ao violão ou à guitarra em suas gravações, este grupo central de instrumentos deve ser cuidadosamente mixado e mesclado para criar uma música profissional. O estágio de mixagem da gravação sempre será mais rápido e fácil se você extrair grandes falhas, como o ruído de fundo e sobreposições na gravação, antes de começar.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Estação de trabalho de áudio virtual ou de mesa
  • Efeitos virtuais ou externos
  • Monitores e fones de ouvido de boa qualidade

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Coloque uma compressão moderada às distorções, e leve aos sons acústicos e limpos. Equalize as faixas para se adequar ao espectro de frequência, com os ritmos e batidas tendo um alcance mais baixo e médio, e a guitarra principal com bastante definição de agudos. Agregue efeitos leves de reverb ou delay, mas mantenha-os sob controle — você não vai querer que a gravação fique indefinida.

  2. 2

    Defina um balanço preliminar para cada uma de suas faixas. Mantenha os ritmos e batidas em 30 à esquerda e direita, e a guitarra principal 35 à direita. Se você tem mais de duas guitarras ou violões tocando o ritmo, ajuste-as com alguns graus de distância entre elas — por exemplo, tendo duas em 30 e 32 à esquerda, e outras duas em 30 e 32 à direita. Guitarras principais, principalmente quando tocando harmonias, podem ter balanços opostos uma da outra no campo estéreo.

  3. 3

    Ajuste os níveis de volume de forma que as guitarras de ritmo criem uma harmonia de fundo para as principais. Assegure-se de poder ouvir a cada instrumento, mas não os deixe muito altos, especialmente se tiver que adicionar outros instrumentos mais tarde. Esteja atento aos limites do espectro, e não deixe que cheguem às marcas vermelhas.

  4. 4

    Adicione efeitos de envelope de balanço e volume, como o fade ou o sweep. Esses podem ser eficazes, e até mesmo necessários para mesclar partes distintas da música, ou para tornar as linhas principais mais interessantes. Considere variar levemente o volume e balanço ao longo das faixas para dar à música uma sensação mais natural e solta.

  5. 5

    Adicione outros instrumentos à sua música de acordo à necessidade.

Dicas & Advertências

  • Tome o cuidado de não exagerar nos efeitos. Um pouco de reverb chega a ir muito longe, especialmente se for aplicado a seis guitarras simultaneamente.
  • O balanço não é uma regra estabelecida. Sinta-se livre para experimentar com o posicionamento em suas faixas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível