Modos divertidos de começar conversas com o garoto que eu gosto

Escrito por mary macintosh | Traduzido por mariana mendonça
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Modos divertidos de começar conversas com o garoto que eu gosto
Uma conversa bem-sucedida envolve dar e receber entre parceiros (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Admiradores românticos podem olhar melancolicamente de longe, entregando-se a fantasias em que se aproximam e deslumbram o objeto de suas afeições com suas proezas sociais. No entanto, o nervosismo e o constrangimento muitas vezes acompanham os sentimentos de atração, sufocando oportunidades antes de começar. Tenha um plano de conversa clara, mas flexível, antes de abordar o seu alvo, para aumentar sua própria confiança. Um sorriso brilhante, contato claro com os olhos e um ar seguro de si são tão importantes quanto as palavras que você escolher.

Outras pessoas estão lendo

Elogios

Para iniciar uma conversa com uma nota positiva, abra com um elogio. Evite elogios clichês sobre os olhos ou sorriso de alguém. Em vez disso, escolha algo único que poderia lançar a conversa em uma nova direção. Tanto as aparências, quanto comportamentos, tais como habilidade de falar em público ou de postura, podem estimular um elogio. Seja autêntico e expresse seus verdadeiros sentimentos quando você faz um elogio, já que as pessoas podem facilmente detectar falsidade. Evite elogios excessivamente pessoais ou físicos. Mesmo se você acha que uma característica parece única e interessante, evite chamar a atenção para falhas físicas sobre as quais o ouvinte possa ser sensível.

Perguntas abertas

Fazer perguntas envolve seu parceiro de conversa enquanto transmite o seu interesse e atenção. Perguntas simples podem ser respondidas facilmente com uma única palavra, enquanto perguntas abertas muitas vezes levam a discussões mais longas. Inicie uma conversa com perguntas leves, engraçadas ou hipotéticas, como "Se você estivesse preso em uma ilha deserta, quais três coisas você levaria?". Usar situações hipotéticas permite a abordagem de temas íntimos e pessoais, sem uma postura excessivamente política ou curiosa. Seja cuidadosa para não encher seu parceiro de conversa com perguntas. Se suas respostas para as perguntas abertas são concisas e cautelosas, este é um sinal claro de que ele quer que você se afaste.

Contar histórias

Oferecer histórias é uma forma rápida de fazer uma conversa mais íntima, sem forçar a outra pessoa a divulgar informações. Conte histórias curtas ou de comprimento moderado sobre ocorrências engraçadas, eventos interessantes ou observações. Tenha certeza de que você se lembra bem da história, do começo ao fim. Adicione detalhes suficientes para que o seu ouvinte possa acompanhar a história e colocar perguntas ou observações. Você não tem que escolher a coisa mais engraçada que já aconteceu com você - um evento interessante das últimas duas semanas é suficiente. Histórias Excessivamente negativas ou obscenas podem desanimar o seu ouvinte. Se você estiver disposta a deixar-se vulnerável, divida um incidente embaraçoso para ganhar risos e simpatia.

Piadas

As pessoas são atraídas por quem lhes faz rir. Uma boa piada pode definir um tom positivo para uma conversa ao mostrar sua inteligência e senso de humor. Escolha piadas curtas que seguem naturalmente em discussão. Humor observacional ou situacional cria um senso de camaradagem que faz continuar a conversa de forma mais fácil. Tal como acontece com as histórias, certifique-se da reação de sua audiência antes de abrir com uma piada bruta ou controversa. Evite críticas ou observações que coloquem um tom negativo na conversa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível