Mais
×

Como fazer um moedor de ervas à mão

Atualizado em 17 abril, 2017

As ervas secas ou desidratadas integrais têm maior sabor, pois tendem a perder menos componentes de sabor do que as processadas ou em pó. É fácil moer a maioria das ervas à mão, pois você pode usar utensílios de cozinha, do dia a dia, para improvisar um almofariz e um pilão. Algumas ervas devem ser completamente desidratadas antes de serem trituradas. É surpreendente como as ervas frescas podem ser muito mais saborosas .

Instruções

Dezenas de variedades de ervas podem ser cultivadas em casa (flowers_up image by Sergey Tokarev from Fotolia.com)

    Ervas frescas

  1. As ervas frescas, como salsa, hortelã e cebolinha, não devem ser moídas finamente. É melhor cortá-las em pedaços pequenos, retirando as folhas menos palatáveis. Você pode picá-las em pedaços menores, recolhendo as folhas cortadas do fundo de um copo pequeno e repetidamente cortando-as com a tesoura.

    A salsa não deve ser finamente moída (kitchen herbs image by PhotographerOne from Fotolia.com)
  2. Já as ervas desidratadas podem ser trituradas mais finamente. Ervas secas, como manjerona, endro, estragão, sálvia e outras, podem ser mais saborosas quando moídas mais finamente. Qualquer erva será moída mais facilmente e se desintegrará em pedaços menores quando estiver seca. As ervas frescas devem ser colocadas sobre uma toalha de papel, ou tábua de corte, e deixadas para secar em local fresco e escuro.

    O tomilho e outras ervas podem ser trituradas finamente para liberar mais sabor (thyme herb as a spice image by Maria Brzostowska from Fotolia.com)
  3. Moa grosseiramente as ervas desidratadas para maior sabor. Coloque um jornal (opcional) sob uma tábua e ponha as ervas nele. Passe um rolo sobre o conjunto de ervas desidratadas e retire seus talos. Colete as ervas inclinando a tábua para o jornal. Use o vinco no papel para canalizar as ervas moídas em um recipiente. Depois de retirar os talos, você pode repetir o processo para conseguir uma textura mais fina.

    Improvise um almofariz e pilão para pós finos (crushing herbs image by Brett Mulcahy from Fotolia.com)
  4. Para transformar ervas em pó, elas devem estar completamente desidratadas. É melhor deixar que sequem à temperatura ambiente — se usar o forno para secá-las, você perderá os componentes voláteis que dão sabor a elas. Você pode usar uma pequena tigela de cerâmica, ou um copo dosador, como um almofariz. Use um cabo de uma faca de cozinha sem corte, ou outro utensílio, como um pilão ou triturador. Retire os talos primeiro ou tire as folhas com os dedos. Coloque-as na tigela, ou no copo dosador, e moa-as com o cabo do utensílio. Retire as sementes, ou os caules, que não forem triturados facilmente. Continue a moagem até obter a consistência desejada.

    Seque as ervas completamente antes de moê-las (spice image by Marek Kosmal from Fotolia.com)
  5. Você também pode moer ervas desidratadas simplesmente esfregando-as entre as mãos. Segure a erva entre as palmas das mãos e os dedos, esfregando as mãos para trás e para a frente sobre uma tigela para poder recolher as folhas.

    Essa é a posição da mão para moer (praying hands close-up image by Andre Reutens from Fotolia.com)

Dicas

  • As ervas desidratadas têm aroma e sabor mais forte que as frescas. Além disso, os pós são mais fortes que as ervas moídas ou granuladas. Uma fórmula útil é: 1/4 colher de chá em pó = 3/4 a 1 colher de chá granulada = 2 colheres de chá de ervas frescas. Para preparar um pó muito fino, moa a erva entre duas superfícies muito lisas, como uma tábua e a parte inferior plana de um vidro. Use um movimento circular e repita até que a consistência desejada seja atingida. Certifique-se de que a tábua e as ervas estejam secas para conseguir um pó de melhor qualidade.

O que você precisa

  • Tesoura
  • Bacia cerâmica ou copo dosador
  • Utensílio de cabo redondo
  • Rolo
  • Jornal (opcional)
  • Tábua
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article