Como moldar uma estrutura de fibra de carbono

Escrito por john willis | Traduzido por juliana ferreira dos anjos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como moldar uma estrutura de fibra de carbono
As fibras de carbono oferecem maior resistência que o aço (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

A fibra de carbono é um sistema complexo semelhante à fibra de vidro. Ela é usada para resistir à tração, e a resina de poliéster é responsável por lhe dar estrutura. As armações de bicicletas são exemplos de fibras de carbono, as quais podem ser fabricadas e moldadas de diversas maneiras: moldagem por vácuo, no interior/exterior da modelagem, em que uma fôrma é usada em cada lado da fibra, e formação de câmara de ar, em que prensas de dentro de um componente vão para fora do molde. Para começar as armações de fibras de carbono, faça-as do jeito que você faria se fosse uma estrutura de aço. Use um modelo, compre um tubo de fibra de carbono e use duas partes de epóxi em vez de soldagem ou brasagem.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Tubos de fibras de carbono já fabricadas
  • Madeira ou estrutura metálica pronta
  • Modelo de tubo de corte
  • Tubo de corte rotativo
  • Lima meia volta
  • Grampos de nylon
  • Metal epóxi
  • Malha de fibra de carbono
  • Resina de duas partes

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Construa um modelo que segure cada um dos tubos no ângulo que devem ficar. Você pode desenhar seu molde geométrico em uma madeira compensada, depois apertar os blocos com entalhes em V cortados na armação dos tubos, posicionando uma armação para segurar cada tubo no ângulo e peso apropriados.

  2. 2

    Use um tubo de formação e corte para cobrir as fibras de carbono; eles devem se juntar precisamente um sobre o outro. Use seu modelo para que os ângulos dos tubos fiquem juntos. O corte principal deve ser do mesmo diâmetro do tubo cortado e precisa ser de uma boa qualidade, como cobalto ou tungstênio como fibra de carbono para lâminas maçantes.

  3. 3

    Coloque cada armação da estrutura no seu modelo, uma vez que as juntas tenham sido serradas. Retire-as e afine-as um pouco com uma lima afiada. Garanta que seus tubos estejam alinhados e fixados no local com grampos de nylon ou outros tipos de grampos que não vão arranhar ou quebrar a fibra de carbono.

  4. 4

    Em cada articulação, use duas partes de epóxi para a soldagem do metal frio. Construa o epóxi ao redor da articulação onde será feita uma solda ou fundição, deixando o excesso para baixo. Permita que o epóxi seque completamente, não incomodando as articulações enquanto elas endurecem.

  5. 5

    Com uma lima arredondada e afiada ou com uma ferramenta rotativa, molde o excesso de epóxi das juntas, deixando um depósito côncavo como se você tivesse calafetado e enxugado com seu dedo.

  6. 6

    Passe a resina de duas sobre as articulações, depois coloque um pedaço de fibra de carbono sobre o epóxi molhado e alise a resina na fibra. Se necessário, coloque mais. Continue colocando pedaços de fibra em torno da estrutura. Primeiro, molhe a base, depois mergulhe a malha e retire todas as bolhas de ar. Cada conjunto deve receber uma luva de fibra de carbono para manter o epóxi no local, e para também proporcionar rigidez à articulação.

Dicas & Advertências

  • Esse método pode deixá-lo suficientemente familiarizado se utilizar moldes de câmaras de ar ou armações à vácuo no experimento.
  • Trabalhe em uma área ventilada, pois o epóxi pode causar problemas respiratórios.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível