on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Como montar uma loja de alimentos a granel

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Passe dentro de um empório e o tempo ficará paralisado. Barris de oleaginosas, grãos e demais produtos surgem como um oásis de tentações. O efeito é o mesmo sobre os consumidores que perambulam pelos corredores dos compartimentos refrigerados repletos de pedaços generosos de carnes e com peixes em abundância. É praticamente impossível evitar o cheiro inebriante que exala das especiarias exóticas e paira no ar. Além de alimentos saudáveis, empórios oferecem enormes porções de nostalgia. Por isso, se a ideia de se tornar proprietário de um estabelecimento como esse soa apetitosa, esse artigo poderá ajudá-lo a transformar uma loja vazia em um local onde as pessoas adoram vir -- seja pela comida ou pela experiência.

Instruções

Lojas a granel: incrível mescla de aromas (Visage/Stockbyte/Getty Images)
  1. Realize, ou tenha alguém que o faça por você, um estudo de viabilidade para determinar se a loja escolhida está situada em uma área atrativa aos compradores de alimentos a granel. Faça algumas sondagens, a fim de constatar se existe um ou mais concorrentes potenciais em um raio de 40 km. Uma vez que esteja satisfeito com a localização, fique atento às peculiaridades de alvarás e licenças exigidos pelo Estado, município e comunidade local.

    Loading...
  2. Supervisione a ampliação da loja para atender o seu público-alvo. Sinalize continuamente as vantagens e desvantagens de se comprar produtos, carnes e alimentos básicos em grandes quantidades. Instale bobinas de sacos próximo às balanças e providencie uma vasta variedade de colheres grandes. Com isso, os consumidores poderão selecionar e embalar os próprios alimentos, que estarão dispostos em barris ou caixas específicas para esse fim.

  3. Assegure a entrega de alimentos, móveis e equipamentos. Visite os fornecedores locais, agricultores e distribuidores para avaliar as opções de preços e alimentos. Por mais que você detenha um bom estoque e feche acordos com fornecedores fixos de carne, laticínios, perecíveis e demais produtos, mantenha contato com diversos distribuidores que possuam produtos de pronta entrega. Adquira muitas balanças.

  4. Alinhe, cautelosamente, seus custos com as metas, objetivos e lucros traçados por seu plano de negócios. Caso precise de uma atualização baseada nas primeiras ordens de inventário, reúna-se com conselheiros, consultores e organizações responsáveis por suprir os empórios. Priorize movimentos ponderados; considere avanços moderados, uma vez que você ainda está dando os primeiros passos no negócio.

  5. Contrate funcionários e treine-os para que compreendam a diferença entre as redes de supermercado e os empórios. Faça um seguro para proteger sua loja e colaboradores. Caso a loja esteja estabelecida em uma região com altos índices de criminalidade, leve em conta a instalação de um sistema de alarme.

  6. Planeje uma inauguração para apresentar seu empório à comunidade local. Mantenha-se aberto às sugestões de novos produtos dos clientes para que a sua loja se torne um local favorito de compras. Posicione o seu estabelecimento como um daqueles que se preocupam com as preferências dos clientes. Assim, terá uma legião fiel deles, que sempre estarão inclinados a comprarem em seu empório em detrimento dos vários supermercados.

Loading...

O que você precisa

  • Estudo de viabilidade
  • Distribuidores ou fornecedores de alimentos
  • Espaço comercial
  • Luminárias e prateleiras de exposição
  • Compartimentos refrigerados
  • Unidades de freezers
  • Caixas registradoras
  • Balanças
  • Suprimentos
  • Empreiteiro
  • Licenças e permissões
  • Equipe de trabalho

Referências

Loading ...
Loading ...