Como uma pessoa morre com câncer?

Escrito por paul bright | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como uma pessoa morre com câncer?
Como uma pessoa morre com câncer? (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

O câncer e os órgãos

O câncer é uma das principais causas de morte entre os americanos. O que atinge o pulmão é responsável por 31% das mortes por câncer, seguido pelo de próstata, cólon, fígado e pâncreas. No entanto, é importante saber exatamente como o câncer mata, a fim de compreender as formas de reduzir os riscos ou detectá-lo em estágios iniciais.

Câncer de pulmão

Uma pessoa pode morrer de câncer de pulmão se células cancerosas invadirem o tecido pulmonar. O tecido é tão suprimido pelas células cancerosas que não consegue absorver oxigênio ou se torna infectado e sofre colapso. O câncer de pulmão avançado pode ser tão forte que o corpo fica muito fraco para lutar contra ele, eventualmente causando a morte.

Câncer de fígado

O câncer de fígado mata devido a um desequilíbrio químico. O fígado é projetado para assegurar que os produtos químicos do seu corpo estejam nos níveis corretos. Um fígado com células cancerosas (sob a forma de um tumor) apresenta desenvolvimento anormal de suas próprias células. As células cancerosas atacam as saudáveis. Isso atrapalha o equilíbrio químico, levando a pessoa a ficar inconsciente ou morrer. Aqueles que estão morrendo de câncer de fígado geralmente não sobrevivem um ano.

Câncer pancreático

O câncer de pâncreas fica no órgão que está localizado atrás do estômago. O pâncreas produz hormônios que ajudam a processar alimentos em energia para o corpo. Também sintetiza o suco pancreático que ajuda a digerir a comida. Os dutos do suco pancreático são o lugar onde o carcinoma normalmente se desenvolve. Afetando os sucos digestivos, o câncer de pâncreas pode piorar à medida que as pessoas comem, causando perda de peso extrema e dor até a morte. O quadro apresenta uma das maiores taxas de morte entre os tipos de câncer, com menos de 5% dos pacientes sobrevivendo além de 5 anos após o diagnóstico.

Câncer de mama

O câncer de mama se forma nos tecidos do seio, começando pequeno e, eventualmente, formando um tumor de células cancerosas de crescimento rápido . O perigo associado ao quadro é as células se espalharem para além do tecido mole da mama para outras partes do corpo. Embora mais de 200 mil mulheres a cada ano sejam diagnosticadas com câncer de mama, cerca de 80% delas sobrevive.

Câncer de medula óssea

O câncer da medula óssea é especialmente perigoso. Ele impede o organismo de produzir glóbulos vermelhos suficientes, causando anemia. Os glóbulos brancos também são afetados, tornando mais difícil para o corpo evitar qualquer infecção ou vírus. Além disso, se houver sangramento anormal, os componentes do sangue podem não ser suficientes para detê-lo. Isso pode causar a morte se houver sangramento anormal em um órgão importante do abdômen ou nos pulmões.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível