Mais
×

O que fazer com muda de alecrim que está secando e morrendo

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O alecrim (Rosmarinus officinalis) é uma erva perene quando criada em vasos ou jardins. Ela é originária da costa do Mediterrâneo. A planta tem caules longos com folhas pontudas que lembram um pinheiro e apresentam pequenas flores brancas, azuis ou rosas. O alecrim tem cheiro marcante e sabor forte e é usado em pratos com aves, carne e vegetais.

O alecrim fica escuro quando recebe muita água (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Danos de congelamento e frio

O alecrim é sensível ao frio, que pode secá-lo e matar a planta. Na região sul do Brasil existem quedas bruscas de temperatura durante a noite, com presença de geada. Nesses locais é melhor manter a planta dentro de casa. Se você mora em uma região com clima mais frio, cultive vasos dentro de casa ou apenas troque a planta de local durante os meses mais frios.

Muita ou pouca água

Água demais ou de menos pode fazer as folhas começarem a cair ou até mesmo matar a planta. Se o alecrim estiver com aparência seca e não parecer saudável, observe o solo. Se ele estiver seco, aumente as regas, mas coloque pouca água por vez. Deixe o solo secar entre as regas e coloque água nos cantos do vaso para impedir que as raízes apodreçam. Se o solo estiver molhado, diminua as regas.

Raízes apertadas

Manter a planta sempre no mesmo vaso pequeno onde foi comprada pode matá-la. As raízes precisam de bastante espaço e nutrientes para viver. Se for possível ver as raízes abaixo da camada superior de terra ou se elas estiverem saindo pela parte de baixo do vaso, mude a planta para um vaso que tenha pelo menos o dobro do tamanho. O alecrim não precisa de fertilizantes se for plantado em solo nativo. Misture o composto antes de transplantar.

Dicas para cultivar alecrim

Mantenha a planta em um local quente e ensolarado. Corte os galhos uma vez por estação para promover o crescimento. Mantenha pelo menos 20% da planta antiga. Se for trocar de um ambiente externo para um interno, ou vice-versa, faça isso gradualmente para prevenir choques. Assim que estiver quente o suficiente, leve a planta para o pátio por algumas horas, deixando um pouco mais de tempo todos os dias até que ela fique direto ao ar livre. Traga a planta para dentro de casa no inverno e mantenha-a em uma área fresca com bastante ventilação e sol. Regue menos durante os meses de inverno.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article