Mais
×

O mundo das cervejas

Conheça as diversas variedades de cerveja que existem no mundo
Garik_Klimov/iStock/Getty Images

Introdução

Muitas pessoas tomam cerveja sem conhecer seus processos de produção e os diferentes tipos que existem no mundo. A quantidade de cervejas que são produzidas no mundo é tão grande que seria impossível mencionar todas, mas nesta galeria você vai encontrar alguns dos maiores expoentes do mundo. Não se surpreenda se no final da galeria, você acabar com sede!

Jupiterimages/Pixland/Getty Images

Ale

A cerveja Ale é de alta fermentação e é produzida em muitos países do mundo. Dentro desse grupo, existem tipos diferentes, como Pale Ale, Indian Pale Brown etc. Quando uma cerveja recebe o nome de Ale isso indica o tipo de fermentação que sofreu, nunca a cor, sabor ou níveis de álcool. Bélgica, Alemanha e Grã-Bretanha são os principais fabricantes.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Lager

Juntamente com a Ale, a Lager é uma das cervejas mais comuns internacionalmente. Essas cervejas são fabricadas com baixa fermentação. Dentro desse grupo está as do tipo Pilsen, que são mais conhecidas e consumidas, embora as cervejas Dortmunder e Bock também sejam comuns. O método começou a ser usado no século 19, devido ao uso de refrigeração e à descoberta de Pasteur sobre a interação do fermento a baixas temperaturas.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Dunkel

As cervejas escuras do tipo Dunkel são tradicionalmente feitas em Munique, na Alemanha. Sua porcentagem de álcool é de cerca de 5,5% e sua cor vai do vermelho com tons marrons ao preto com reflexos cinzas. A marca mais famosa fora do país de origem é a Paulaner Müncher Dunkel, que possui aromas de caramelo e pão preto.

Siri Stafford/Lifesize/Getty Images

Lambic

Essa cerveja é feita somente na Bélgica já há quatro séculos. É chamada de fermentação espontânea, pois não é usada levedura extra em sua fabricação que, em alguns casos, pode durar vários anos. As jovens têm seis meses de maturação - se têm mais tempo são conhecidas como velhas e podem ter até sete anos no caso da Gueuze. Uma das características mais conhecidas da Lambic é o uso de frutas (cereja e framboesa, principalmente) para sua aromatização. Seus níveis de conteúdo de álcool vão desde os 4% das mais jovens até os 7% das Kriek (que incluem frutas). A cerveja de framboesa Lindemans é uma das mais conhecidas.

Alexandra Beier/Getty Images News/Getty Images

Bock

As cervejas Bock são de baixa fermentação com conteúdo alcoólico elevado produzidas principalmente na Alemanha. Elas são feitas sobretudo com cevada e existem diferentes tipos: Weizenbock (com um pouco de trigo), as Maibock (encorpadas), as Dopple bock (forte, com mais de 6,5% de álcool) e as Eisbock que são desenvolvidas com um processo de congelamento que dá um alto teor alcoólico (mais de 10%). A cerveja Salvator é a mais conhecida.

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Oktoberfest

Também conhecida como Viena, esse tipo de cerveja é feito especialmente para as celebrações da Oktoberfest na Alemanha. A primeira vez que essa variedade foi fabricada foi na cidade austríaca de Viena, em 1841, e hoje sua produção se limita quase que exclusivamente à cidade de Munique. É cor de cobre e seu teor de álcool está entre 5% e 6%. Lowenbrau e Paulaner produzem duas das Oktoberfest mais consumidas.

Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images

Pils (pilsener, pilsner)

Ela é originária da cidade de Pilsen, na República Checa, e é um dos tipos mais copiados no mundo. Elas são douradas, de baixa fermentação e costumam ter entre 4,5% e 5,5% de álcool. Têm sabor intenso e característico aroma de lúpulo. A primeira cerveja fabricada sob este método e a mais famosa é a Pilsner Urquell. Elas são feitas de malte de cevada, lúpulo, levedura e água.

George Doyle/Stockbyte/Getty Images

Porter

Essa cerveja inglesa começou a ser fabricada no século 18, durante a Revolução Industrial. É uma bebida de alta fermentação, com tons escuros e forte presença no palato. Sua cor quase preta é resultado do uso do malte torrado em sua fabricação. Elas têm uma graduação alcoólica moderada (4% a 5,5%) e são muito populares na Inglaterra.

Erica bajo licensia de Creative Commons

Cerveja preta

As cervejas de malte, também conhecidas como pretas, são divididas em secas, doces e imperial. As secas são comumente produzidas nas cidades irlandesas de Dublin e Cork, tendo a Guinness como seu expoente mais conhecido. Elas são negras e têm intensos sabores que lembram facilmente café e chocolate. Ao contrário do que se pensa, elas não têm um teor de álcool elevado. A cerveja de malte doce é fabricada principalmente na Inglaterra, tem uma concentração muito baixa de álcool (menos de 3,5%) e são de cor âmbar escuro. As cervejas imperial stout são intensas e possuem alto teor álcoolico. Elas são fabricadas em alguns países e de forma muito limitada. Na Grã-Bretanha, Escandinávia e países Bálticos elas são usadas como licor após uma refeição pesada.

Pankaj bajo licensia de Creative Commons

Trappist

Essa cerveja é fabricada exclusivamente em mosteiros da Ordem Trapista e seis dos sete mosteiros que se dedicam a isso estão na Bélgica. São cervejas de alta fermentação que apresentam uma cor amarela turva, embora as vermelhas e escuras sejam comuns. Elas têm alto teor alcoólico que varia de acordo com o estilo, e os sabores apresentados são complexos e persistentes. Uma das regras mais interessantes que os produtores devem seguir para que recebam o nome de Trappist é que os monges estejam envolvidos no desenvolvimento e na administração do produto. A mais famosa abadia dedicada ao negócio é a de Scourmont na Bélgica, responsável pela cerveja Chimay - uma das mais conhecidas a nível internacional.

Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images

Weissbier

Conhecida como "cerveja branca", ela tende a ser pálida e ter baixo teor alcoólico. É normalmente produzida com um mínimo de 50% de trigo e notas frutadas. É ideal para tomar no verão ou, como muitos alemães estão acostumados, com um pouco de refrigerante de limão. É típica da região alemã da Bavária. A Franziskaner é sua representante internacional.