Músicos de jazz famosos da década de 1920

Escrito por jeremy cato | Traduzido por ana carolina fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Músicos de jazz famosos da década de 1920
O jazz inspirou uma série de grandes músicos na década de 1920 (Polka Dot RF/Polka Dot/Getty Images)

A década de 1920 acompanhou o surgimento do jazz como um importante gênero musical. O estilo surgiu das tradições musicais afro-americanos do sul dos Estados Unidos, principalmente, e em grande parte depende do virtuosismo de solistas instrumentais. Os "Anos Loucos" revelaram alguns dos maiores nomes da história do jazz.

Louis Armstrong

Louis "Satchmo" Armstrong é considerado por muitas pessoas um dos maiores e mais influentes músicos de jazz de todos os tempos. Ele é conhecido por sua forma superior de tocar trompete e sua incrível voz de barítono, rouca. Ele nasceu em 1901 em Nova Orleans, Louisiana, e foi orientado por alguns dos outros grandes músicos da época, como Joe "King" Oliver. Em 1919, mudou-se para Chicago, onde sua carreira decolou. Ao final da década de 1920, Satchmo era conhecido em todo o país e tocava para grandes plateias. Sua carreira durou até a década de 1960. Ele era conhecido internacionalmente na época de sua morte, em 1971.

Joe "King" Oliver

Joseph Nathan "King" Oliver, assim como Louis Armstrong, também nasceu na Louisiana e tocava corneta profissional. Sua banda chamava-se King Oliver's Creole Jazz Band. Ele tocou com muitos outros músicos famosos da época, incluindo Armstrong e "Kid" Ory. Ele percorreu o país com sua banda, tocando principalmente em Chicago e nos estados do sul, ocasionalmente na Califórnia. Infelizmente, o músico faliu durante a Grande Depressão e morreu pobre, como zelador, em 1938.

Duke Ellington

Edward "Duke" Ellington foi um pianista famoso, líder de uma banda e compositor. Ele nasceu em Washington, D.C., mas mudou-se para tocar música em Atlantic City, New Jersey, e Harlem, em Nova Iorque, onde ele se apresentou no famoso Cotton Club. Duke Ellington não era apenas um ícone dos "Anos Loucos" e da "Era do Jazz", mas uma figura central no renascimento do Harlem e um dos maiores compositores da história americana. Ele compôs mais de 1.000 peças, incluindo canções famosas como "Sophisticated Lady" e ambiciosas, como "A Tone Parallel to Harlem". Sua carreira durou 60 anos, até sua morte, em 1974.

Bix Biederbecke

Uma das trágicas lendas do jazz da década de 1920 é a de Bix Biederbecke. Ele era o mais respeitado músico branco de jazz da época e nasceu em Davenport, Iowa, onde ele músicos de jazz nos barcos que subiam o Mississippi, a partir de Nova Orleans. Ele era muito respeitado por seus colegas pela sua forma superior e altamente lírica de tocar corneta. Sua banda, Wolverines, foi formada em 1924. Ele também tocou com Frankie "Tram" Trumbauer e Paul Whiteman. Um alcoólatra crônico na era da Lei Seca, morreu com 28 anos, em 1931.

"Kid" Ory

Edward "Kid" Ory foi um famoso músico de jazz, cuja especialidade era o trombone. Ele liderou a banda de King Oliver quando o músico estava ocupado com outros projetos e também tocou nas seminais sessões Hot Fives, de Louis Armstrong. Também fundou sua própria banda, a Sunshine Orchestra. Ory se afastou da música por longos períodos, de 1930 a 1943 e, pela última vez, em 1966, até sua morte em 1973, aos 86 anos.

"Jelly Roll" Morton

Ferdinand Joseph LaMothe, mais conhecido como "Jelly Roll" Morton, foi um pianista de jazz e compositor de Nova Orleans, e ficou famoso por difundir o gênero então relativamente desconhecido para as massas nos Estados Unidos. Ele viajou muito, tocou em todos os lugares, desde Vancouver, no Canadá, a Washington. Após a década de 1920, sua declinou, embora algumas de suas composições, como "King Porter Stomp", tenham se tornado clássicos do jazz. Ele morreu em 1941, aos 55 anos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível