Necessidades alimentares de buldogues franceses

Escrito por elaine davidson | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Necessidades alimentares de buldogues franceses
Buldogues franceses possuem necessidades alimentares muito particulares (Chris Amaral/Digital Vision/Getty Images)

Buldogues franceses foram desenvolvidos na Inglaterra como uma miniatura do buldogue inglês e, depois, cruzados com terriers franceses. Eles possuem necessidades alimentares particulares por causa da sua conformação e tendência a apresentar alergias e flatulência excessiva. Melanie Billing, tecnologista em saúde animal e dona de um buldogue francês de Toronto, Ontário, sugere evitar comidas processadas o máximo possível e escolher alimentos comercializados com ingredientes naturais para que o seu cachorro não sofra desses males.

Outras pessoas estão lendo

Importância da dieta

Alimentar demais o seu buldogue francês pode resultar em inchaço no abdômen, o que pode levar a problemas respiratórios, diz Melanie. Siga as recomendações alimentares dos fabricantes de comida de animais de estimação, do criador ou do seu veterinário. A maioria dos cães dessa raça come tudo o que você lhe der e ainda pede por mais. Continue com as quantidades recomendadas baseadas no tamanho do seu cachorro, alimente-o duas vezes por dia e complemente a nutrição com um biscoito saudável (ocasionalmente). Melanie recomenda uma visita rotineira ao veterinário se seu animal estiver sofrendo com problemas alimentares, já que é importante descartar outros fatores, como giárdia. A giárdia é um parasita intestinal que altera a digestão da comida, produzindo excrementos moles e malcheirosos.

Alimentando filhotes

Melanie recomenda começar com ração para cães seca que ofereçam os nutrientes que um filhote em crescimento precisa e que ajudem a desenvolver seus dentes. Buldogues franceses são exigentes e você pode precisar tentar oferecer várias marcas até encontrar uma que seu cão goste. Evite alimentar seu cachorro logo antes ou logo depois de se exercitar, já que isso pode dificultar a respiração dos animais dessa raça.

Escolhendo uma marca

Olhe os primeiros ingredientes na embalagem da ração. Os dois primeiros devem ser carne e estar identificado como "frango", "carne" ou "carneiro", não como carne não definida ou subproduto. Procure por frutas e vegetais inteiros como ingredientes também. Grãos são necessários para fazer a ração, mas frequentemente são difíceis para um buldogue francês digerir. Procure por grãos inteiros e evite o milho, em particular.

Comida caseira para cães

Melanie diz que o excesso de flatulência e problemas de fezes de seu cachorro, comum nessa raça, foram resolvidos com uma simples ração caseira que ela complementa com uma xícara de ração comercial seca para cães uma vez por dia. Ela salienta a importância de dar a ração comercial diariamente, além da ração caseira, para garantir o equilíbrio nutricional adequado. Ela também recomenda adicionar algumas colheres de sopa de requeijão à ração caseira. A comida feita em casa é substancialmente mais barata do que a ração enlatada, diz Melanie.

Receita de ração canina

Faça uma mistura cozida de 450 gramas de carne bovina moída, 6 xícaras de água morna, 1 xícara de arroz parboilizado, 1 colher de chá e meia de sal marinho e 1 xícara e meia de uma mistura de vegetais congelados. Primeiro ferva a carne moída, depois adicione o arroz e os vegetais e deixe ferver até que o arroz tenha absorvido a maior parte do líquido. Melanie alimenta seu buldogue francês com uma xícara e meia dessa mistura duas vezes por dia. Mantenha a mistura na geladeira por até três dias. Esquente-a com um pouco de água morna e coloque no micro-ondas por 30 segundos, mexendo-a no final.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível