Necrose de pele após abdominoplastia

Escrito por tess miller | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Necrose de pele após abdominoplastia
A necrose de pele pode conduzir à gangrena (bikini madness image by Wendi Evans from Fotolia.com)

A abdominoplastia pode dar-lhe o torso elegante, liso e macio, ou pode resultar em uma complicação conhecida como necrose, ou morte celular. A necrose é por vezes grave, dependendo do tipo e da extensão do problema. Problemas associados à necrose incluem pele preta e dura, protuberâncias abaixo da superfície da pele e cicatrizes que se abrem e deixam vazar fluidos.

Outras pessoas estão lendo

Sobre

A Administração de Alimentos e Medicamentos do EUA (FDA) define a necrose como um processo em que a "pele ou tecido subjacente morre e cai". A necrose ocorre quando o suprimento de sangue para o umbigo, gordura subjacente ou pele, tenha sofrido danos durante o procedimento cirúrgico.

De acordo com a "Skin and Aging", uma publicação que examinou questões em dermatologia, este tipo de complicação é relativamente comum depois de uma abdominoplastia. Cerca de 32 % dos não-fumantes e 52 % dos fumantes sofreram de necrose ou outros tipos de complicações localizadas após a cirurgia.

Tipos

Os três principais tipos de necrose são a umbilical, de retalho e a gordurosa. A necrose umbilical é considerada bastante comum, ocorrendo principalmente em fumantes. Nesse tipo, o umbigo fica preto e, eventualmente, acaba como uma cicatriz.

A necrose de retalho é ao mesmo tempo a menos comum e a mais grave. Este tipo de necrose pode requerer limpeza consistente e cuidadosa da pele até que a área escurecida afetada caia, ou pode levar a enxertos de pele e cirurgia.

A necrose gordurosa é basicamente uma bola de gordura sob a pele morta. Este tipo de necrose geralmente desaparece por conta própria, embora provavelmente seja preciso manter o local enfaixado para absorver os fluidos descarregadas.

Sintomas

Se você tiver sofrido recentemente um procedimento de abdominoplastia, é preciso prestar atenção para sinais de necrose. Leva entre duas e quatro semanas para a necrose gordurosa se desenvolver. Você deve procurar por protuberâncias que se desenvolvam sob a área afetada. Esses nódulos são geralmente firmes e dolorosos ao toque.

De acordo com o cirurgião plástico, Dr. Peter Aldea, a necrose surge como uma "... coloração azulada que começa a parecer manchado e, eventualmente, torna-se extremamente machucado e escuro.". Se não for tratada, uma gangrena pode se estabelecer também, e se isso acontecer, você pode ficar muito doente, ou até mesmo morrer.

Fumo

É preciso parar de fumar completamente se você quiser uma abdominoplastia. A nicotina contrai os vasos sanguíneos, o que pode, em seguida, fazer com que as incisões quebrem, em um processo que resulta em necrose.

Os médicos estão absolutamente convencidos de que os pacientes precisam evitar todas as formas de nicotina, antes e depois de uma abdominoplastia. Como o Dr. Aldea diz: "A razão pela qual a maioria dos cirurgiões plásticos são tão incisivos sobre isso é que, enquanto algumas complicações não podem ser evitadas, essa é totalmente evitável."

Advertência

Os homens têm um maior risco de necrose da pele após um procedimento de abdominoplastia em comparação às mulheres. Em um estudo realizado por médicos da Centro Médico da Universidade de Utrecht, a necrose ocorreu em 64,3 % dos pacientes do sexo masculino, em comparação com 15,3 % dos pacientes do sexo feminino.

É importante sentar-se com seu cirurgião plástico e discutir as possíveis complicações de uma abdominoplastia antes de se submeter à cirurgia. Este artigo pretende ser apenas uma visão geral, e não deve substituir o conselho de um profissional médico qualificado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível