Os níveis de pH do solo podem deixar as folhas das plantas amareladas?

Escrito por diane evans | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os níveis de pH do solo podem deixar as folhas das plantas amareladas?
O pH do solo pode afetar a disponibilidade de nutrientes no solo para as plantas (Plants image by Degitail Imaging from Fotolia.com)

O nível de pH do solo indica a sua acidez ou alcalinidade. Os níveis de pH podem variar entre 1 a 14. No meio da escala está o 7, que representa um nível neutro. O nível neutro 7 corresponde ao pH da água pura. Um solo básico tem um pH superior a 7, e os solos ácidos têm níveis de pH inferiores a 7. A maioria das culturas alimentares cresce bem em um solo que seja neutro, ligeiramente abaixo de 7 ou ligeiramente ácido.

Outras pessoas estão lendo

O pH do solo e a absorção de nutrientes pelas plantas

O pH é um fator importante porque afeta a forma como as plantas podem absorver os nutrientes do solo. A maioria das plantas cresce melhor em solo que atenda às suas necessidades de pH, seja em condições alcalinas ou ácidas. Isso ocorre porque o pH afeta os nutrientes que estão disponíveis no solo. Algumas doenças afetam as plantas que se desenvolvem em solos de uma determinada faixa de pH.

Alguns nutrientes, como o ferro, são solúveis em condições mais ácidas e estão disponíveis para absorção pelas plantas. No entanto, se o pH sobe para um valor alcalino, o ferro se precipita na solução e não fica disponível para as plantas. Com isso, alguns problemas de deficiência nutricional podem ocorrer, como o amarelecimento ou manchas de folhas, uma doença chamada clorose.

Folhas amareladas ou clorose foliar

Os extremos dos níveis de pH no solo às vezes provocam doenças nas plantas, pois os níveis de pH tornam os nutrientes essenciais indisponíveis para as plantas. A clorose de vegetais folhudos ocorre em níveis extremamente altos de pH -- condições de solo alcalino. Às vezes, o problema é provocado pela secura do solo. Se o solo estiver muito seco, os nutrientes não se dissolvem em solução e não podem ser absorvidos pelo solo. O pH de um solo alcalino pode ser reduzido pela adição de enxofre, ureia, nitrato de amônio, fosfato de amônio e sulfato de ferro ou alguns fertilizantes que levem o solo a ficar mais ácido e aumentem a absorção de nutrientes pelas plantas.

Controle do pH do solo

Quando os nutrientes não estão disponíveis para a absorção pelas plantas, os átomos de nutrientes, tais como ferro, cálcio, fosfato e azoto, estão em uma forma na zona da raiz que não os permite que sejam absorvidos pela planta. Os nutrientes devem estar em solução. Se o pH está abaixo de 5,5 (muito ácido) ou acima de 7,0 (muito alcalino), os nutrientes se precipitam para fora da solução e se tornam indisponíveis para a planta.

Se a planta não consegue absorver o ferro, suas folhas ficam amarelas. Se o pH estiver baixo demais, adicione um potenciador de solo gradualmente até atingir os valores de pH entre 6,5 e 6,8. Muitos jardineiros preferem calcário dolomítico como um aditivo para o solo ácido. Gradualmente, adicione cal ao solo até que os níveis de pH cheguem a um ponto situado entre 6,5 e 6,8. O ajuste do pH do solo é um processo lento e gradual que pode levar vários dias e semanas, porque as reações químicas ocorrem lentamente no solo.

Se uma planta carece de ferro, qualquer nova folhagem produzida definhará e ficará com uma cor amarelo-verde que se espalha através das folhas até que apenas as nervuras permaneçam verde. Essencialmente, a planta tem folhas amarelas brilhantes com veios verdes. Arejar o solo em torno do sistema radicular da planta é o primeiro passo para a correção do solo com deficiência de ferro. Você também pode distribuir um quelato de ferro uniformemente sobre o solo ao redor das raízes da planta e sob a sua copa. Algumas fabricantes de produtos agrotóxicos aconselham a aplicação do material à folhagem. Além disso, adube regularmente suas plantas com material orgânico para reduzir a deficiência de ferro.

Problemas na zona radicular que causam a clorose

A maioria dos problemas e doenças de plantas ocorre na zona de raiz. Se o solo estiver muito molhado, a planta se afoga por falta de oxigênio e, se estiver muito seco, os nutrientes do solo não conseguem se dissolver em uma solução que possa ser absorvida pelas raízes das plantas, ou os níveis de pH podem estar muito básicos ou muito ácidos, causando problemas à planta. Quando o solo está muito seco, a umidade da planta se difunde das células da raiz para o solo. Como resultado, a planta fica desidratada e seu sistema circulatório não funciona com eficiência. As folhas perdem sua umidade e, em seguida, adquirem a cor amarelo brilhante da clorose porque a produção de clorofila não pode ser sustentada. Mantenha as plantas bem regadas, mas também bem drenadas.

Tratamento de plantas com clorose de ferro

Essa é uma condição resultante de deficiência de um nutriente, o ferro, que é importante na produção de clorofila, o pigmento verde das plantas. Há muitas razões para folhas de plantas se tornarem amarelas. As raízes podem estar danificadas e incapazes de absorver nutrientes vitais ou a planta podem estar com as raízes bloqueadas, precisando ser recolocada em um recipiente maior. A última condição é muito óbvia se você observar as raízes crescendo para fora das portas de drenagem do vaso. Quando você colocar a planta em um novo recipiente, certifique-se de usar uma nova terra e um vaso maior. Certifique-se de que a planta receba luz solar suficiente para que a falta de energia da luz não seja uma fonte para clorose.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível