Mais
×

De Norte a Sul: 10 delícias da cozinha brasileira e suas origens

Típicos do litoral, os frutos do mar são um grande sucesso da cozinha brasileira
Kim Carson/Photodisc/Getty Images

Introdução

O Brasil é praticamente uma utopia geográfica. Com proporções continentais, nosso País desenvolveu uma vasta cultura com influências europeias, indígenas e africanas. Esse rico mosaico pode ser apreciado também na gastronomia. Antes a nossa cozinha era vista apenas como "exótica" e até desprezada por ser de um país do "Terceiro Mundo". Mas com chefs brasileiros ganhando notoriedade mundial, os nossos pratos estão sendo conhecidos mundo afora e o que antes era só uma comida simples foi reinventado e passou a figurar nos menus dos mais renomados restaurantes brasileiros e em vários internacionais. Veja a seguir dez deliciosos pratos que surgiram da maravilhosa mistura do Brasil.

Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images

Arroz-doce

Introduzido no Brasil pelos portugueses, o arroz, que antes só era servido como acompanhamento de pratos salgados, ganhou destaque na doçaria a partir do século 18. Transformado em mingau, bolo ou pudim, o arroz ficou mais popular entre os amantes das sobremesas com o arroz-doce, tanto que essa iguaria é considerada nacional.

Thinkstock/Comstock/Getty Images

Churrasco

Como já diria a música: "Churrasco e bom chimarrão, fandango, trago e mulher. É disso que o velho gosta, é isso o que o velho quer". De fama mundial, o churrasco é um prato típico do sul do País. A grande criação de gado no Rio Grande do Sul começou ainda na colonização. Enquanto catequizavam os índios, os padres jesuítas deram aos nativos a responsabilidade de cuidar do rebanho bovino. Quando os índios foram escravizados, o gado, que não tinha predador, cresceu livre pelo território gaúcho.

Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images

Cuscuz paulista

O cuscuz paulista – tão popular que foi agregado ao cardápio de grandes restaurantes – teve origem na África, mais precisamente na região do Magreb (Marrocos, Tunísia e Argélia). Especula-se com essa iguaria chegou à Europa com a invasão muçulmana e que, já no começo da colonização, o prato foi introduzido no Brasil pelos portugueses. O cuscuz paulista é servido salgado, assim como o nordestino, e é considerado como um prato principal. Suas receitas variam e o prato pode ser incrementado até com camarões.

Eising/Photodisc/Getty Images

Moqueca capixaba

"Moqueca, só capixaba. O resto é peixada". A frase dita pelo jornalista José Carlos Monjardim expressa a rivalidade entre os capixabas e baianos pela verdadeira moqueca. De origem indígena, este famoso prato é o orgulho do Espírito Santo e leva peixe, tomate, cebola e coentro em sua receita. A palavra "moqueca" vem da expressão indígena "moquém" que significa grelhas de vara para assar peixe. Apesar do nome, hoje esse alimento é preparado refogado e não mais assado.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Pato no tucupi

Uma lenda diz que Jacy (a lua) chorou amargamente sobre uma plantação de mandioca ao ter sua face mordida e das suas lágrimas surgiu o tucupi. Mais uma criação dos indígenas, o tucupi é um molho feito a partir do suco leitoso da mandioca ralada. Esse molho é utilizado no prato paraense "pato no tucupi". Para o preparo dessa iguaria, a ave é assada, destrinchada e fervida no tucupi.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Acarajé

Uma das iguarias mais famosas do Brasil é o acarajé, comida típica da Bahia. Muitos de seus ingredientes, como o azeite de dendê, foram introduzidos em nosso País pelos africanos. Segundo a lenda, Iansã e Xangô (divindades da umbanda) expeliram labaredas de fogo pela boca após comer o bolinho de feijão-fradinho. Daí vem o nome "akará" (bola de fogo) e "jé" (comer). O acarajé pode ser recheado com vatapá, camarão, pimenta e caruru.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Frango com quiabo

O quiabo chegou ao Brasil com os escravos africanos e foi incorporado em vários pratos. Rico em vitamina A, ele é ingrediente de um dos principais pratos da cozinha mineira, o frango com quiabo. Com a valorização da cozinha brasileira, este prato deixou de ser uma refeição simples e passou a integrar o cardápio de renomados restaurantes.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Arroz com pequi

Alimento presente na culinária indígena, o pequi ficou conhecido mesmo foi com o prato arroz com pequi do Centro-oeste. Como várias outras iguarias de nossa cozinha, a origem desse prato é uma mistura de culturas: além dos índios, também os árabes, que foram responsáveis pela introdução do arroz na Europa e, mais tarde, pelos europeus, no Brasil.

Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Feijoada

Possivelmente, a comida brasileira mais famosa no mundo, a feijoada teve origem, apesar do que se acredita, na Europa. Difundiu-se a ideia de que a feijoada seria herança dos africanos, mas este prato teve origem no cozido português. A base alimentar dos escravos era farinha de mandioca e milho, e as partes do porco eram consideradas iguarias às quais somente os mais abastados tinham acesso. Os lusitanos já tinham o hábito de misturar vários tipos de feijão com carne. O prato foi sendo adaptado e incrementado com partes de porco ao longo do tempo até chegar na feijoada que conhecemos hoje.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Barreado

De origem açoriana, o barreado é o prato mais tradicional do Paraná. Essa é uma das poucas iguarias que não sofreu modificações com o tempo apesar dos poucos ingredientes. Feito basicamente com carne cozida, arroz e farinha de mandioca, o barreado pode ser requentado várias vezes e não perde seu sabor.