Como notificar ao banco o óbito de um dos titulares de uma conta conjunta

Escrito por john csiszar | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como notificar ao banco o óbito de um dos titulares de uma conta conjunta
Os desejos do falecido estarão expressos em seu testamento (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Um dos muitos benefícios de uma conta conjunta é que normalmente torna mais fácil a transferência de ativos após a morte de um dono. Existem dois tipos principais de contas conjuntas e o processo legal para a transferência de ativos em caso de óbito depende deste tipo. Se ela é do tipo solidária, os direitos sobre os ativos passam do falecido para o sobrevivente. No caso de contas não solidárias, os ativos passam do falecido à seus descendentes, e não ao outro titular da conta.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Obtenha uma cópia da certidão de óbito. Para realizar quaisquer operações financeiras depois que alguém morre, você terá que provar que ocorreu uma morte. A maioria das empresas financeiras vai precisar de um original, ao invés de uma fotocópia.

  2. 2

    Ligue para o gerente da conta. Para transferir os ativos após a morte, você precisará fornecer instruções por escrito, mas uma notificação verbal pode ser suficiente para preparar para a próxima etapa. Ligar o mais rápido possível pode também ajudar a evitar fraudes, uma vez que o banco estará atento a todas as transações que passam pela conta que podem não ter sido autorizadas pelo titular falecido.

  3. 3

    Forneça instruções escritas para o banco. Se você é o sobrevivente de uma conta solidária, a sua autorização, juntamente com o atestado de óbito, devem ser suficientes para remover o nome do falecido da conta e passar todos os ativos para o seu nome.

  4. 4

    Localize e entregue uma cópia do testamento ou da declaração de espólio. Se você é o inventariante, deve provar ao banco que está autorizado a agir em nome do falecido, exibindo o testamento onde essa autorização deve estar expressa. Se você estiver distribuindo os bens do falecido a partir de uma conta conjunta, deve fornecer ao banco instruções escritas para processar a conta em conformidade com os desejos do falecido.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível