Novas invenções e descobertas médicas nos anos 40

Escrito por david harris | Traduzido por raissa oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Novas invenções e descobertas médicas nos anos 40
O primeiro micro-ondas data da década de quarenta (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

A cada década, novos avanços tecnológicos e médicos salvam vidas, facilitam a vida diária e trazem novas dimensões ao entretenimento. Embora grande parte da década de quarenta tenha sido ofuscada pela Segunda Guerra Mundial, inúmeras invenções e descobertas médicas apareceram nessa época e ainda hoje são de extrema importância.

Outras pessoas estão lendo

Estreptomicina para tuberculose

Antes de 1940, a tuberculose era uma doença fatal que os médicos tinham dificuldade de tratar. Em 1943, o microbiologista Selman Abraham Waksman descobriu que um fungo chamado "Streptomyces griseus" produzia um antibiótico, que ele chamou de "estreptomicina". Waksman e sua primeira equipe utilizaram o antibiótico em animais com tuberculose. Em 1944, ele tratou com sucesso o primeiro paciente humano. Por essa descoberta, ele foi recompensado com o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina em 1952. Infelizmente, algumas estirpes da tuberculose tornaram-se resistentes ao antibiótico. A estreptomicina ainda é utilizada em um coquetel de antibióticos para tratar a doença, assim como outras doenças provocadas por bactérias, como a peste e a tularemia.

Forno micro-ondas

O forno de micro-ondas fez sua estreia na década de quarenta. Foi inventado em 1946 pelo engenheiro autodidata Percy Spencer durante uma investigação relacionada ao radar. Ele estava trabalhando para a Raytheon Corporation testando um novo tubo de vácuo quando notou uma barra de chocolate derretida em seu bolso. Curioso com esse acontecimento, ele colocou grãos de pipoca ao lado do tubo e assistiu-os estourarem. Spencer percebeu que energia de micro-ondas de baixa intensidade fizeram o doce derreter e a pipoca estourar. Ele então criou uma caixa de metal para reter a energia. Ao colocar alimentos dentro da caixa, eles aqueciam rapidamente. Os primeiros micro-ondas, criados por Spencer e Raytheon, pesavam 340 kg e foram utilizados exclusivamente em ambientes comerciais, como restaurantes e vagões ferroviários. Os consumidores esperaram por algumas décadas antes que eles estivessem disponíveis para o uso doméstico.

Velcro

O velcro foi inventado em 1948 pelo alpinista sueco George de Mestral depois de observar carrapichos grudados às suas roupas. Até então, o zíper era o fecho mais comum. De Mestrel teve a ideia de criar um material que se fechasse agindo de forma semelhante aos carrapichos. Enquanto a maioria das pessoas zombou de sua ideia, um tecelão têxtil na França gostou e o ajudou a desenvolver o material que se tornaria o velcro. Eles não aperfeiçoariam o projeto até 1955, quando perceberam que era o nylon, e não o algodão, o melhor material para a ideia. O nome "velcro" é uma combinação das palavras francesas "velour" e "crochet", que significam "veludo" e "ganchos", respectivamente.

-

-

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível