Qual o objetivo da taxa de quilometragem padrão do IRS?

Escrito por devra gartenstein | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual o objetivo da taxa de quilometragem padrão do IRS?
Os funcionários têm direito a uma compensação justa para o uso comercial de veículo pessoal (yellow car, a Honda Japanese sport car model image by alma_sacra from Fotolia.com)

O objetivo da taxa de reembolso de quilometragem IRS é fornecer uma figura padrão e consistente para as empresas e funcionários usarem como compensação ao conduzirem veículos pessoais para fins comerciais. A taxa padrão evita que os funcionários cobrem preços exorbitantes às empresas sobre o custo dos quilômetros percorridos, e protege os empregados dos empregadores que não estão dispostos a pagá-los adequadamente. Ela também protege o IRS de estipulações de valores desonestos, por parte do empregador ou empregado.

Outras pessoas estão lendo

Complicações de reembolso de veículo

Uma grande variedade de custos está associada com a operação do veículo, custos que vão desde combustível, reparos até o seguro. A avaliação do custo de uso de veículo é especialmente complicada porque alguns custos são intermitentes e caros, como grandes consertos. De certa forma, o custo é maior ao se conduzir o veículo para uma oficina após um grave problema, do que em uma viagem típica de negócio. Mas o desgaste que levou à avaria foi, na verdade, acumulado ao longo de muitos quilômetros. A taxa de reembolso de quilometragem padrão é útil para estipular gastos médios em relação aos quilômetros percorridos.

Como o IRS determina o custo/quilometragem padrão

A taxa de reembolso de quilometragem padrão é o mesmo valor que a Receita Federal permite que as empresas usem para amortizar o uso de veículos corporativos. A Receita anuncia esta figura no início de cada ano civil e pode ajustá-la ao longo do ano, como ocorreu em 2005, quando o preço do gás aumentou bastante. O IRS baseia a sua taxa de quilometragem padrão em sua pesquisa e monitoramento dos preços do gás, bem como o custo de consertos de automóveis e seguros. A taxa de quilometragem padrão para 2011 é de 100 centavos por 1,6 km.

Implicações fiscais para empregadores

Os empregadores que pagam essa taxa a seus funcionários podem deduzir todo o pagamento como uma despesa de negócio, porque eles estão pagando esta quantia para um serviço que, provavelmente, custa praticamente o valor que eles pagam.

Implicações fiscais para funcionários

Os funcionários que recebem pagamentos para uso comercial de seus veículos, com base nessa taxa padrão, não são obrigados a pagar imposto de renda sobre esses pagamentos, porque estes representam uma compensação, e não renda. O ganho, provavelmente, custa ao empregado tanto quanto ele recebe como reembolso para operar seu veículo; desta forma, estes pagamentos não representam um ganho líquido. Eles não são tributáveis, mesmo que o empregado dirija um veículo com baixo consumo de combustível, o que custa menos para operar do que a taxa de reembolso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível