Os objetivos do mercado de ações

Escrito por catherine capozzi | Traduzido por thiago silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os objetivos do mercado de ações
Saiba mais sobre o mercado de ações (Andrew Burton/Getty Images News/Getty Images)

Ao entrar em um shopping, o consumidor é recepcionado com diversos produtos à venda: alguns são confiáveis, mas caros, outros contam com descontos pesados para atrair compradores. O mercado de ações opera de maneira similar, como um local que oferece diferentes produtos.

Outras pessoas estão lendo

Para que serve uma ação

Nicholas K. Laos, autor do livro "Finance" explica que uma ação é uma quota de empresa. Um acionista, logo, é alguém que tem direito aos bens e rendimentos de uma empresa. O objetivo de uma empresa ao lançar ações no mercado é levantar capital para negócios. Os direitos do acionista variam de acordo com o número de ações que ele possui: quanto mais ações, mais patrimônio. A posse de ações também significa que a pessoa possui direito à votar em decisões da empresa.

Identificando o mercado de ações

De forma simples, o objetivo do mercado de ações é juntar um grupo de pessoas em um só lugar que compartilham um objetivo: a compra e a venda de ações. O mercado é composto de compradores e vendedores que se encontram em um certo local para trocar bens por um preço pré-definido. Antes do surgimento dos computadores, era comum se reunir em locais como a Bolsa de Valores de Nova Iorque. Hoje, você não precisa estar no local fisicamente para comprar ações, podendo fazê-lo online. Os compradores são corretores interessados em obterem ações para o seu cliente (como um banco ou um indivíduo) ou para si mesmos. Os vendedores são outros corretores que vendem suas ações de volta ao mercado com o valor da ação corrigido. O preço das ações flutua de acordo com o número de compradores que as compra ou de vendedores que as vendem em determinado momento.

Causas da flutuação de preço

Outro objetivo do mercado é mensurar as mudanças nele mesmo e prever o desempenho futuro de uma empresa. Uma razão para uma súbita queda no preço de uma ação é mais pessoas vendendo ações do que pessoas comprando. Mais pessoas tendem a vender ações quando ocorrem más notícias, como quando uma empresa anuncia vendas fracas. Mais vendedores despejam suas ações em momentos de preocupação de crises econômicas, como um aumento na taxa de desemprego ou queda nas vendas de varejo.

Benefícios

Todos os corretores citam um benefício e objetivo primário ao se investir no mercado de ações: ganhar dinheiro. A flutuação de preço de uma ação vem junto da oportunidade de lucrar. Por exemplo, um cliente pede ao seu corretor para comprar cinco quotas de R$ 15 cada de uma empresa que ele acredita estar desvalorizada. Se no decorrer do dia o preço das quotas aumentar para R$ 18 e ele vender as suas, ele ganha R$ 15.

Cuidado

Os objetivos do mercado de ações nem sempre se traduzem na realidade. Por vezes, prever os rumos das ações é impossível quando algum imprevisto como uma ataque terrorista ou inundação acontece. Perder dinheiro com ações é fácil quanto ganhá-lo. Na maioria dos casos, os compradores esperam por algumas perdas dentre seus ganhos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível