×
Loading ...

Como obter a cidadania italiana

Um passaporte europeu é o sonho de muitos brasileiros. Com ele, fica mais fácil passar pelas alfândegas europeias. Além disso, ele permite amplo acesso aos países da Comunidade Europeia, dando direito ao detentor do passaporte do país que faz parte da comunidade de estudar e trabalhar nos países que compõem o grupo. Muitos brasileiros têm direito à cidadania italiana. Saiba se você tem direito e o que precisa fazer para obtê-la.

Instruções

Muitos brasileiros têm direito a passaporte europeu e podem requerê-lo (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

    Descendentes têm direito à cidadania

  1. Todos os descendentes de italianos do lado masculino têm direito à cidadania. Filhos, netos, bisnetos e tataranetos podem entrar com o pedido de cidadania. Quanto mais distante for o parentesco, no entanto, mais complicadas ficam a organização e a recuperação de todos os documentos. Pelo lado feminino, no entanto, só é possível obter a cidadania italiana para os filhos nascidos após 1948. As mulheres que se casam com cidadão italiano também têm direito à cidadania italiana, desde que o casamento tenha sido realizado até o ano de 1993.

    Loading...
    Na linhagem masculina, todos os homens têm direito à cidadania, podendo ser filho, neto ou bisneto de italiano (Getty Images/Digital Vision/Getty Images)
  2. Quem tem direito à cidadania italiana deve procurar o consultado italiano no Brasil, para dar entrada no processo. É possível também dar entrada no processo diretamente na Itália. Desde 2002, a pessoa que ingressa com o processo na Itália pode aguardar o resultado permanecendo no País. Na Itália, o processo é mais rápido.

    Para pedir cidadania, é necessário juntar documentos do parente italiano e do requerente (Ciaran Griffin/Stockbyte/Getty Images)
  3. É importante lembrar que, quanto mais distante for o parentesco com o homem nascido na Itália, maior a lista de documentação. Para filhos de italianos, são necessários os seguintes documentos: carteira de identidade original do pai ou da mãe italianos; passaporte ou certidão de nascimento do italiano; certidão de casamento dos pais; certidão de nascimento e casamento do interessado; certidão de óbito do pai e da mãe, se for o caso.

    É importante visitar o consulado, para checar informações e documentos necessários (Creatas/Creatas/Getty Images)
  4. O primeiro passo é se informar no consulado, para saber exatamente a documentação que você precisa reunir e, a partir daí, juntar a documentação necessária e encaminhá-la para análise. Pode ser que seja necessário corrigir parte da documentação, por mudanças nos nomes e sobrenomes dos ascendentes italianos, por exemplo. Apenas depois disso, os documentos devem ser enviados para tradução juramentada. Depois das etapas no Brasil, para quem ingressar com o processo no País, inicia-se a etapa de reconhecimento da cidadania na Itália.

    Processo pode ser iniciado no Brasil e finalizado na Itália (Alexander Hassenstein/Digital Vision/Getty Images)
  5. A Itália faz parte da União Europeia. Se você for um cidadão italiano, terá acesso aos países membros desta comunidade, como Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Irlanda, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal, Reino Unido e Suécia.

    Com passaporte da Comunidade Europeia, acesso a outros países do bloco é facilitado (Brand X Pictures/Stockbyte/Getty Images)
Loading...

Dicas

  • O primeiro passo é se informar sobre a documentação necessária e levantar todos os documentos, antes de dar seguimento ao processo.

Aviso

  • Todo o trâmite pode levar anos. Tenha paciência e busque os documentos com o maior cuidado possível. Documentos corretos tendem a facilitar o processo de concessão de cidadania.

O que você precisa

  • Certidões de nascimento e casamento do parente italiano
  • Certidões de nascimento e casamento dos ascendentes
  • Certidões de nascimento e casamento do requerente

Referências

Loading ...
Loading ...