Oito estilos samurais tradicionais de luta com espadas

Escrito por michael o. smathers | Traduzido por elisa lacerda de freitas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Oito estilos samurais tradicionais de luta com espadas
Oito estilos samurais tradicionais de luta com espadas (katana image by NetGraphi from Fotolia.com)

O samurai era um guerreiro de elite no Japão que se distinguia do resto da população, usando duas espadas, a katana e a wakizashi. Elas eram mais do que um ornamento: os samurais criaram centenas de estilos de luta com elas. Apenas os estilos mais eficazes sobreviveram aos testes de combate ao longo do tempo.

Outras pessoas estão lendo

Muso Jikiden Eishin-ryu

O Muso Jikiden Eishin-ryu Iaido foca no iado, um derivado de Iaijutsu que desenvolve a habilidade de desembainhar a espada e cortar com o mesmo movimento, em vez de mudar a postura tradicional depois ter desembainhado a espada. O Iaido visa cultivar a harmonia espiritual e aumentar a capacidade de Iaijutsu no campo de batalha. Eishin-ryu possui técnicas para as posições sentado e em pé, além de técnicas para seu uso contra múltiplos oponentes, bem como para uso em campo de batalha.

Hyoho Niten Ichi-ryu

Embora os samurais sempre portassem as duas espadas, a katana era usada apenas ao ar livre, enquanto a wakizashi apenas em interiores. Miyamoto Musashi, o célebre samurai autor de "O Livro dos Cinco Anéis", desenvolveu o Hyoho Niten Ichi-ryu. O nome desse estilo é traduzido como "dois céus, uma escola", e refere-se à posição tradicional de ambas as espadas acima da cabeça no momento de atacar. As espadas agem em um ritmo sequencial; quando uma espada defende, a outra se prepara para o ataque.

Tenshin Shoden Katori Shinto-ryu

Tenshin Shoden Katori Shinto-ryu continua a ser a escola de esgrima japonesa mais antiga dentre as sobreviventes. Segundo Koryu, um índice de artes marciais japonesas tradicionais, o Katori Shinto-ryu data desde 1447 e já teve 20 diretores no Japão. O estilo engloba o treinamento no uso da katana, o cajado bo, a naginata, a lança e o combate desarmado através de jiu-jitsu. Os diretores da Katori Shinto-ryu gozam do status de Tesouros Nacionais Vivos do Japão.

Mugai-ryu

O manual do Grupo de Estudo de Mugai-ryu de Chicago explica que esse estilo existe desde 1691. Ele trabalha com as técnicas de kenjutsu e Iaijutsu. Os alunos treinam com espadas de madeira chamadas bokken ou iaito, que são espadas sem corte feitas de alumínio. Os alunos avançados aprendem os exercícios de tameshigiri, que envolvem cortar alvos para obter o modo e o ângulo correto da lâmina durante o corte. O currículo incorpora exercícios praticados em pares para ajudar os alunos a adquirir noção de distância.

Ono-ha Itto-ryu

O nome Ono-ha Itto-ryu é traduzido como "uma espada". Os princípios básicos desse estilo, e as variações de Itto-ryu que surgiram posteriormente, baseiam-se em um poderoso corte único para derrotar o inimigo. De acordo com o site “Fighting Arts”, o currículo do Ono-ha Oimt Ryu possui mais de 150 técnicas, muitas das quais envolvem um corte direito de cima para baixo através da linha central do corpo, geralmente usando os pulsos como alvo enquanto se posicionam para atacar. O kendo moderno, o esporte criado a partir do kenjutsu, se inspira na filosofia de Itto-ryu.

Yagyu Shinkage-ryu

O Yagyu Shinkage-ryu foi o primeiro estilo do shogunato Tokugawa, antes de começarem a usar o Ono-ha Itto-ryu. O Shinkage-ryu enfatiza movimentos fluidos e sutis e usa uma lâmina mais longa e mais fina. Ele contém alguns dos princípios do Aikido: em vez de matar um inimigo, ele encoraja o uso de técnicas de desarme.

Jigen-ryu

O Jigen-ryu foi fundado no final do século XVI. Ele enfatiza um primeiro golpe de grande impacto, com a intenção de matar um inimigo instantaneamente. Os alunos de Jigen-ryu mantêm uma postura modificada a partir do estilo Hasso-no-kamae, segurando a espada na vertical ao lado direito do rosto e mantendo a outra ao nível da bochecha. O atacante faz um movimento chamado Hidari-kesa e faz um corte do ombro esquerdo ao quadril direito do adversário, ferindo a base do pescoço, onde a armadura não protege. Hoje, você pode aprender esse estilo na prefeitura de Kagoshima, no Japão.

Tamiya-ryu

O estilo Tamiya-ryu foi criado no final dos anos 1560 e usa uma espada com um punho um pouco mais longo. Isso proporciona maior estabilidade e poder. Quando você está na posição Jodan-no-kamae, seu oponente tem uma tendência a olhar para a lâmina da espada erguida e não notar o movimento dos pés. O Tamiya-ryu requer movimentos amplos e precisos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível