Mais
×

Óleo de linhaça e o tratamento de madeira

Atualizado em 23 março, 2017

O óleo de linhaça é um produto natural extraído da semente de linho. É usado há séculos como um conservante e protetor da madeira e outras coisas, como superfícies de alvenaria, cordas e como um aditivo para tintas. O uso da substância para o tratamento de madeira diminuiu recentemente, devido à sua grande desvantagem: pode-se levar semanas ou meses para um reparo completo. Poucas pessoas estão dispostas a esperar tanto tempo para usar o seu novo deque ou gaveteiro.

O óleo oferece um acabamento macio e suave, mas pouca proteção para a madeira (woodpattern image by sumos from Fotolia.com)

O que é o óleo de linhaça?

Esse óleo é extraído da semente de linho, muito parecido com o processo do azeite de oliva. O óleo foi a primeira forma disponível do produto, mas é raramente usado por causa da demora para secar. Descobriu-se que a fervura é capaz de mudar sua estrutura química, permitindo uma secagem mais rápida. O óleo "fervido" moderno não é cozido. Secativos químicos são adicionados ao produto, de forma a acelerar o processo.

Usando o óleo de linhaça

Apenas o óleo de linhaça fervido deve ser usado na madeira. É um acabamento penetrante que se introduz no material conforme se aplica, endurecendo as fibras internas. O produto proporciona apenas uma mínima proteção contra água, não contra abrasão. Ele nunca ficará como o poliuretano, que tem como resultado um acabamento mais sólido, de forma que essa não é uma boa opção para madeiras que receberão bastante manutenção.

Óleo de linhaça como selante

Apesar de não ser útil como um protetor , o óleo de linhaça é bom para selar a madeira, no uso da goma laca ou verniz. Quando aplicar esses por cima de uma superfície betumada, o solvente ou o pincel pode, às vezes, absorver um pouco da cor e mudar o visual da peça. O betume pode ser selado com uma camada leve de óleo de linhaça fervido. Deixe que ele seque antes de aplicar a goma laca ou verniz.

Envelhecendo madeira

A madeira envelhece, e a maioria das espécies realiza esse processo naturalmente, escurecendo o tom. Muitas pessoas acham isso um atrativo na sua mobília. A exposição ao sol e ao ar fará com que madeiras recém cortadas adquiram um marrom mais fechado. Uma camada fina de óleo de linhaça fervido é aplicada na peça, acelerando esse escurecimento. A exposição repetida da madeira permite o alcance do tom desejado.

Substituições modernas

Já que o óleo de linhaça oferece pouca proteção e demora no processo de reparação, ele foi substituído por produtos de acabamento modificados. Madeireiros que desejam um acabamento macio, acetinado e convidativo ao toque trocaram-no pela mistura de óleo de verniz, que oferece uma penetração com propriedades protetoras. Tal mistura pode se acumular na superfície, oferecendo proteção contra água e abrasão, além de secar relativamente rápido.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article