Óleos usados ​​para tratar a psoríase

Escrito por sharon moran | Traduzido por bruno manuel silva morais
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Óleos usados ​​para tratar a psoríase
O óleo de prímula é um dos cremes naturais com mais sucesso no tratamento da psoríase (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

A psoríase não é apenas uma doença de pele incompreendida, mas também uma condição da pele muitas vezes mal diagnosticada. Os médicos às vezes diagnosticam erroneamente a psoríase como eczema. Assim que um diagnóstico é feito, alguns pacientes optam por tratar a sua doença de pele de forma natural, em vez de utilizar cremes esteroides e outros medicamentos que são muitas vezes acompanhados por efeitos secundários indesejáveis​​. Os óleos utilizados para tratar essa doença, muitas vezes podem ser usados para tratar o eczema também.

Outras pessoas estão lendo

Tipos de psoríase

Existem várias formas de psoríase, incluindo a psoríase em placas, psoríase gutata, psoríase pustulosa, psoríase inversa, e psoríase eritrodérmica. Os óleos utilizados para tratar a psoríase podem ser usados em muitas formas diferentes, com exceção da eritrodérmica, uma forma potencialmente grave.

Tenha em mente que a psoríase não é contagiosa. Se estiver com essa doença, seus familiares ou outras pessoas com quem você entrar em contato não correm o risco de "pegá-la". No entanto, é hereditária, então outros membros da família podem ser afetados devido ao componente genético desta doença.

Óleo de prímula e psoríase

O óleo de prímula é um dos melhores óleos utilizados para tratar a psoríase, e muitas pessoas relatam sucesso com este tratamento natural. O óleo de prímula contém ácido gama-linolênico, o que pode ajudar a aliviar a doença. Compre óleo de prímula ou quebre algumas cápsulas e esfregue o óleo diretamente sobre suas manchas de psoríase. Você também pode colocar algumas colheres de sopa de óleo de prímula em seu banho.

Óleo de vitamina E e a psoríase

O óleo de vitamina E é outro remédio natural útil, usado para tratar a psoríase. Ele pode ajudar a aliviar a vermelhidão e coceira associados à psoríase. Há pouco ou nenhum risco de superdosagem, quando aplicando uma vitamina solúvel em gordura, topicamente. Óleo de vitamina E pode também ser adicionado à água do banho.

Óleo de melaleuca e a psoríase

O óleo de melaleuca é útil para o tratamento de psoríase. Você pode aplicar uma pequena quantidade diretamente sobre as manchas de psoríase, mas tenha cuidado com psoríase do couro cabeludo. Óleo de melaleuca é muito forte. Por esta razão, você deve ter cuidado ao usá-lo em psoríase do couro cabeludo. Além disso, se preferir, dilua-o com um óleo de transporte, como óleo de oliva antes de aplicar em sua pele. Felizmente, existe uma grande variedade de produtos para o cabelo que contêm óleo de melaleuca. Procure xampu e condicionadores de óleo de melaleuca para adicionar ao tratamento.

Considerações

O único problema que surge quando aplicando óleos em sua pele é de conveniência. Óleos sujam e podem facilmente estragar suas roupas. Aplique óleo em sua pele antes de dormir, e depois lave-a de manhã para evitar este inconveniente. Tenha em mente que há muito pouca evidência e apoio da medicina convencional para incentivar remédios naturais para o tratamento da psoríase. No entanto, o risco é geralmente pequeno, já que a maioria dos tratamentos naturais, especialmente quando aplicados topicamente, são muito leves.

Procure óleos utilizados para tratar a psoríase em lojas de alimentos naturais, delicatessens ou online. Os óleos essenciais podem ser caros. A quantidade de área de superfície de sua pele afetada pela psoríase, irá determinar a quantidade de óleo que precisa. Tente um óleo de cada vez, e dê pelo menos duas semanas, antes de decidir se os resultados são favoráveis. Se achar que um óleo funciona bem, então você pode considerar a compra online de uma quantidade maior, para uma economia maior.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível