Operação nervosa para o tratamento de herpes-zóster

Escrito por mihaelaa | Traduzido por thaís dalariva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Operação nervosa para o tratamento de herpes-zóster
Converse com seu médico sobre os riscos da intervenção cirúrgica (Pixland/Pixland/Getty Images)

A herpes-zóster se apresenta como uma erupção dolorosa com aglomerados de bolhas. Ela é causada pela reativação do vírus varicela zoster, que permanece dormente nos nervos durante anos após um episódio inicial de catapora. Geralmente, os sintomas de herpes ativas duram de três a cinco semanas. Dor intensa e persistente que resiste à medicação pode justificar o corte cirúrgico do nervo afetado.

Outras pessoas estão lendo

Procedimentos e indicações

O tratamento neurocirúrgico de herpes-zóster raramente é empregado e envolve o corte (transecção) das ramificações nervosas que conduzem a sensação de dor. O procedimento é indicado apenas nas formas mais graves de neuralgia pós-herpética (NPH).

Neuralgia pós-herpética

Essa complicação mais comum da herpes é caracterizada por uma dor que dura meses ou anos depois que a erupção se cicatriza. A maioria dos casos de NPH pode ser gerenciada pelo médico de cuidados primários e resolvida dentro de um ano, geralmente com a ajuda de vários medicamentos, inclusive anestésicos tópicos, capsaicina, anticonvulsivantes, opioides e antidepressivos. Os casos graves se beneficiam de injeções de bloqueio nervoso (por exemplo, herpes-zóster facial), estimulação elétrica da medula espinhal ou, como último recurso, de uma cirurgia que interrompa a transmissão da sensação de dor.

Significância

A NPH é experimentada por 10 a 15% das pessoas que sofrem de herpes-zóster; ela prejudica significativamente a qualidade de sua vida diária. Os idosos são mais frequente e seriamente afetados.

Perspectiva

A evidência da eficácia de intervenções cirúrgicas e processual em NPH ainda é escassa. Algumas intervenções, como a injeção de corticoide no espaço da teca da medula espinhal, perto do nervo afetado, permanecem controversas.

Aviso

Esses procedimentos não são sem riscos. A cirurgia tem o potencial de provocar dor (incluindo uma temida complicação chamada anestesia dolorosa). Sua elegibilidade depende da sua história médica particular, dos sintomas presentes, da idade e do estado de saúde. Converse com seu médico sobre a intervenção não farmacológica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível