on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Que organismos formam os líquens?

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O líquen é encontrado em superfícies duras e geralmente parece com o musgo. Contudo, apesar de parecer um organismo individual, o líquen é, na verdade, uma relação simbiótica entre fungos e um tipo de alga. A relação é benéfica para ambos, pois a alga fornece uma fonte de alimento para o fungo através de sua fotossíntese, enquanto o fungo fornece a ela um ambiente no qual ela possa realizar a fotossíntese.

Apesar de parecerem semelhantes a plantas, os líquens são, na verdade, compostos de dois tipos diferentes de organismos (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Fungos e algas

Um fungo é um organismo multicelular que tem paredes celulares semelhantes a plantas, mas não tem a capacidade de produzir seu próprio alimento através da fotossíntese. Como resultado, e por não serem móveis, os fungos sobrevivem crescendo diretamente sobre sua fonte alimentar; em um líquen, a alga é essa fonte. "Alga" é um termo amplo para qualquer organismo unicelular que possa realizar a fotossíntese. Isso inclui tanto organismos simples e procarióticos, como bactérias, e os mais complexos – mas ainda unicelulares – chamados protistas.

Loading...

Tipos de líquen

Os líquens são classificados baseado em seu tipo de corpo; especificamente, é o talo (a estrutura fúngica) que define o líquen. O líquen fruticose é o que cresce em três dimensões e não tem uma divisão clara entre suas superfícies superior e inferior. O foliose é plano sobre a superfície, mas tem uma divisão clara, pois cresce em camadas. O crustose cresce como uma crosta sobre a superfície.

Onde os líquens crescem

Os líquens crescem em superfícies duras e sólidas, como rochas, cascas de árvore e até estruturas feitas pelo homem, como calçadas. Eles têm sido encontrados em todos os ambientes da Terra, incluindo nas temperaturas extremas dos desertos e do Ártico. Diferentes tipos de líquen precisam de diferentes tipos de ambientes, mas a principal razão pela qual eles podem sobreviver em climas inóspitos é porque não precisam de muito mais nutrientes do que os fornecidos pelos dois organismos na relação simbiótica.

Importância no ecossistema

Os líquens são extremamente importantes em vários tipos de ecossistema. Como não precisam de muito mais do que os organismos que os compõem para sobreviver, são frequentemente o organismo mais básico encontrado em terrenos rigorosos, sendo fonte alimentar de animais na tundra e no deserto. Além disso, os líquens ajudam no ciclo do nitrogênio, o que, por sua vez, garante o solo fértil onde as plantas possam crescer. O líquen morto também é reciclado como material orgânico no solo, o que ajuda ainda mais a aumentar sua viabilidade.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...