Organização e estrutura da Microsoft

Escrito por matt wills | Traduzido por rodrigo castilhos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Organização e estrutura da Microsoft
A Microsoft é uma das maiores empresas de alta tecnologia do mundo (business people image by jaddingt from Fotolia.com)

A Microsoft é descrita como a líder mundial no desenvolvimento de produtos e serviços de software. Desde a sua fundação há mais de trinta anos, a empresa se reorganizou e mudou sua estrutura de negócios para se manter competitiva frente a outras grandes empresas, como Google e Yahoo!. A partir de 2009, o ano mais recente para o qual a empresa apresentou dados, a Microsoft empregava mais de 92.000 pessoas em mais de 25 países e teve receita líquida de mais de R$ 115 bilhões, com lucro líquido de R$ 29 milhões.

Outras pessoas estão lendo

História

Bill Gates e Paul Allen fundaram a Microsoft em 1975 para criar sistemas operacionais e outros produtos relacionados a softwares para computadores pessoais. Fundada primeiramente como uma empresa privada no estado do Novo México, Gates e Allen transferiram a companhia para o estado de Washington em 1979 e incorporaram em 25 de junho de 1981. A Microsoft mudou para sua atual sede em Redmond, Washington, em 1986. A empresa se reorganizou pelo menos duas vezes para tentar se tornar mais eficiente. Um artigo da Associated Press descreveu como a Microsoft se reorganizou em três grandes divisões empresariais em 2005, dando mais poder aos seus diretores. Até 2009, a companhia tinha feito outra mudança em sua organização, dividindo-se em cinco grupos de produtos.

Estrutura

A Microsoft é uma empresa pública. Os acionistas elegem o conselho de administração que, por sua vez, contrata os altos executivos, incluindo o presidente, os vice-presidentes, o secretário e o tesoureiro. A empresa deve cumprir as leis do estado de Washington relativas a uma corporação e também deve cumprir com os regulamentos da Comissão de Títulos e Câmbio para elaborar relatórios financeiros. Em julho de 2010, Steve Ballmer detinha o título de Diretor Executivo, enquanto que o cofundador Bill Gates era o Presidente.

Organização

A partir de 2010, a empresa tem uma organização divisional, como descrita por Richard L. Daft em seu livro "Management". Cada divisão, ou grupo de produtos, concentra-se em uma linha específica de produtos e serviços. Cada grupo tem sua própria pesquisa, desenvolvimento, vendas, além de profissionais de atendimento ao cliente. Daft diz ainda que, embora esse tipo de organização seja mais cara, ela permite que os grupos atendam melhor os seus clientes. Cada grupo de produtos tem um executivo responsável que se reporta diretamente ao presidente da empresa.

Grupos

Os cinco grupos de produtos da Microsoft são Windows e Windows Live Group, responsável pelo sistema operacional e pelos produtos de consumo Windows; Server Software, responsável pelo software de servidor da internet; Serviços online, responsável pela publicidade online e pelo mecanismo de busca Bing; Microsoft Business, que desenvolve softwares e servidos relacionados a negócios; Entretenimento e Dispositivos, designado para lidar com o Xbox, o Zune e softwares para a indústria automotiva.

Benefícios da estrutura

Em seu livro "Management", Daft descreve como as empresas se beneficiam do uso de uma organização divisional ou em grupo. Ele diz que o grupo inteiro está frequentemente em um único local, permitindo uma maior interação e uma melhor comunicação entre todos os colaboradores que desenvolvem ou dão suporte a uma linha de produtos. Daft acrescenta que ter uma unidade de negócios menor significa que cada divisão pode desenvolver novos produtos e levá-los ao mercado mais rapidamente, tornando mais fácil a competição com os concorrentes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível