Ostectomia da cabeça femoral e luxação patelar em gatos

Escrito por kelly o'gea | Traduzido por juliana néris nakanejo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ostectomia da cabeça femoral e luxação patelar em gatos
Ostectomia femoral e luxação na patela afetam a perna dos felinos (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

A ostectomia da cabeça femoral é um procedimento cirúrgico realizado em um felino que está passando por problemas de quadril. Uma luxação na patela, por outro lado, é uma doença que afeta o joelho. O prognóstico para ambos é positivo, embora o período de tratamento possa ser demorado. Educar-se pode ajudar a acalmar sua mente e também fazer o tempo de cicatrização mais fácil de lidar e menos estressante.

Outras pessoas estão lendo

Sobre a ostectomia da cabeça femoral

Ostectomias da cabeça do fêmur são realizadas quando um gato está passando por uma condição do quadril que está afetando a sua mobilidade. Um veterinário pode determinar se a ostectomia da cabeça femoral é necessária se o seu gato sofre de displasia, artrite, luxação ou sofreu algum tipo de trauma. Ela pode fornecer alívio em tais circunstâncias, permitindo a melhoria da mobilidade de seu gato, bem como o tratamento da dor. Tratamentos alternativos para dor podem levar a problemas nos rins, por isso a cirurgia pode ser uma alternativa melhor para o alívio da dor a longo prazo.

Procedimento e prognóstico

Durante uma osteotomia da cabeça femoral, a parte superior do fêmur, ou o osso da perna que se estende desde o joelho até a pélvis, é cortada e removida inteiramente. Uma articulação substituta pode ser colocada, mas o melhor método custo-benefício é simplesmente fechar a incisão e permitir a cura. Com o tempo, o tecido cicatricial irá se formar onde a cabeça do fêmur estava, criando uma falsa articulação que atua como o osso. Seu gato vai andar mancando por um tempo, mas ao longo do tempo será praticamente imperceptível.

Sobre luxação de patela

A luxação na patela ocorre quando ela se desloca de seu alinhamento normal. Isto pode ser devido a uma lesão anterior ou uma deformidade congênita. Quando a patela sai de sua posição, o gato terá dificuldade em dobrar a perna e pode sentir dor ou desconforto ao tentar suportar o peso sobre o membro afetado. Na maioria das vezes, a patela irá voltar ao lugar por si mesma, embora possa tornar-se permanentemente desalojada em alguns casos.

Tratamento

Para casos leves de luxação de patela, o veterinário pode recomendar tratamentos feitos em casa. Pra constar, uma nova dieta pode ser prescrita se o seu gato está acima do peso, já que o excesso de peso no membro afetado pode causar mais complicações. O veterinário também poderá prescrever anti-inflamatórios e suplementos vitamínicos como glicosamina para tratar a articulação. Se a condição do gato não melhorar ou se ele estiver mancando como resultado da luxação, a cirurgia para segurar a patela no devido lugar pode ser a melhor solução.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível