Mais
×

Como saber se ostras cruas fazem mal

Atualizado em 17 abril, 2017

Ostras são normalmente consumidas cruas e temperadas com limão, raiz-forte, molho de pimenta, etc. É indispensável que as ostras estejam frescas e vivas até o ponto de servi-las, para evitar intoxicação por frutos-do-mar. Comer uma ostra ruim pode causar problemas digestivos, estomacais e intestinais. Há vários indicativos para saber se uma ostra está boa ou não para o consumo, portanto é importante checar todos.

Instruções

Ostras ruins podem causar dores estomacais e diarreia (Amy Steigbigel/Photodisc/Getty Images)

    Seção 1

  1. Selecione ostras frescas, com no máximo quatro dias. Pergunte aos funcionários de seu mercado local a data que as ostras foram pescadas.

  2. Tenha certeza de que as ostras foram armazenadas no gelo, isso as preserva frescas.

  3. Verifique se cada concha está selada, se estiver aberta significa que a ostra está morta, se for o caso, descarte-a.

  4. Descarte também as que estiverem com as conchas quebradas, pois a exposição pode causar o apodrecimento da carne.

  5. Cheire as ostras, se estiver com um mau cheiro significa que não está boa para o consumo.

  6. Abra e examine a carne e o fluído, as ostras devem estar úmidas e suculentas, se estiver seca e enrugada não consuma.

Dicas

  • Bata levemente na concha aberta, se a ostra se fechar, é porque ela está viva e boa para o consumo, caso contrário descarte-a.
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article